Stuart Duncan criou em 2013 um servidor chamado Autcraft, sua versão do jogo Minecraft livre de trolls e praticantes de bullying. 

Autcraft, a versão de Minecraft pensada para autistas 3

Duncam pensou em criar um ambiente seguro para que pessoas que sofrem de autismo. 

 

Sua ideia deu certo e hoje já são mais de 8,2 mil participantes. 

Duncan explica que nessa versão, não é possível destruir a propriedade dos outros e diz que o mais legal sobre o jogo não são as diferenças deste para o Minecraft, mas os resultados que ele traz. “Ele dá às crianças com autismo e suas família um lugar em que eles podem jogar com pessoas como eles, se sentirem seguros, confiantes e ser eles mesmos”, afirma o criador. 

 

Duncan afirma que não é sobre as outras pessoas os aceitarem, mas sobre cada um se aceitar. “Autcast não é um lugar especial, é um lugar com pessoas especiais”, opina Duncan, que tem um espectro do autismo.