A atriz Yoná Magalhães, morreu no Rio, na manhã do dia 20/10/2015, aos 80 anos

A atriz estava internada desde o dia 18 de setembro na Casa de Saúde São José, na Zona Sul do Rio, A Casa de Saúde informou que a atriz foi submetida a uma cirurgia para corrigir uma insuficiência cardíaca, motivo de sua internação.

Após o procedimento, ela foi interada na UTI, mas apresentou complicações pós-operatórias que a levaram ao falecimento às 10h05 desta terça.

O velório está marcado para as 10h de quarta-feira, 21/10, no Memorial do Carmo, no Caju. A cerimônica de cremação está marcada para as 13h30.

Atriz de “Deus e o Diabo na Terra do Sol” (1964), Yoná Magalhães entrou para a vida artística para ajudar a família quando o pai ficou desempregado. “Eu tinha que ajudar de alguma maneira, não sabia muito como, queria continuar os meus estudos. Gostava de brincar de teatro, essas coisas que todo mundo faz. Então eu digo: ‘Quem sabe não é por aí, né?’ Fui fazendo pequenas pontas, pequenos papéis, isso em meados da década de 1950, até que consegui um contrato com a Rádio Tupi”, afirmou a atriz em entrevista ao Memória Globo em 2000.

A atriz fez parte do primeiro elenco da TV Globo, a partir de 1965, e é considerada a primeira mocinha de sucesso das novelas da emissora. Em 1966, formou ao lado de Carlos Aberto o principal casal romântico da época, em “Eu compro esta mulher”.

“A audiência deu um pulo astronômico. Eu não sei bem esse mistério da dupla romântica, mas na época causava grande frisson”, afirmou a atriz em entrevista ao Memória Globo em 2000. “A identificação era muito grande, porque aquela dupla continuava, então aquilo era de verdade.”

Yoná atuou ainda no rádio, no teatro e no cinema, com destaque para o filme “Deus e o diabo na terra do sol” (1964), clássico do Cinema Novo dirigido por Glauber Rocha.

Ao longo de mais de 60 anos de carreira, trabalhou em novelas como “Saramandaia” (1966), “Roque Santeiro” (1985), “Tieta” (1989), “Meu bem, meu mal” (1990) e “A próxima vítima” (1995). Sua última novela foi “Sangue bom” (2013).

Além das novelas, Yoná esteve nas minisséries “Grande sertão: Veredas” (1985), adaptação para a TV do clássico romance homônimo escrito por Guimarães Rosa, “Engraçadinha… Seus amores e seus pecados” (1995) e “Um só coração” (2004).

Fez ainda os seriados “Carga pesada” (2005) e “Tapas & Beijos” (2011), atuou em episódios do “Você decide” e “A vida como ela é” e nos humorísticos “Zorra total” e “Sob nova direção”.

O governo do estado do Rio divulgou no início da tarde nota lamentando a morte da atriz. “Yoná Magalhães viveu personagens com as várias caras do Brasil, divertindo e emocionando a todos nós. Uma atriz que sempre nos brindou com talento e espontaneidade. Yoná deixará saudades”, diz o texto, assinado pelo governador, Luiz Fernando Pezão.

YM

Carreira:

Teledramaturgia
2013 – Sangue Bom – Glória Pais
2011 – Tapas & Beijos – Leda
2009 – Cama de Gato – Adalgisa
2009 – Tudo Novo de Novo – Esther (episódios: “Sogras e Lagartos” e “Intimidades”)
2008 – Negócio da China – Suzete Noronha
2008 – Dicas de Um Sedutor – Eliana (episódio: “Amor e Amizade”)
2007 – Paraíso Tropical – Virgínia Batista
2005 – Carga Pesada – Edna
2005 – Sob Nova Direção – Daslusa Fragoso
2004 – Senhora do Destino – Flaviana
2004 – Um Só Coração – Lígia do Amaral
2003 – Agora É Que São Elas – Sofia
2001 – As Filhas da Mãe – Violante Ventura
2001 – A Padroeira – Úrsula
1999 – Vila Madalena – Abigail Ramirez (Bibiana)
1998 – Era uma Vez – Anita
1996 – Anjo de Mim – Ivete
1995 – A Próxima Vítima – Carmela Ferreto de Vasconcellos
1994/99 – Você Decide
1993 – Sonho Meu – Magnólia
1992 – Despedida de Solteiro – Lola
1990 – Meu Bem, Meu Mal – Valentina Venturini
1989 – Tieta – Tonha
1988 – Vida Nova – Lalá
1987 – O Outro – Índia do Brasil
1985 – Roque Santeiro – Matilde
1984 – Amor com Amor se Paga – Grace (Maria da Graça)
1983 – Maçã do Amor – Lia (TV Bandeirantes)
1982 – Os Imigrantes – Terceira geração – Mercedita (TV Bandeirantes)
1981 – Os Imigrantes – Mercedes (TV Bandeirantes)
1980 – Dulcinéa Vai à Guerra – Pepita (TV Bandeirantes)
1980 – Cavalo Amarelo – Pepita (TV Bandeirantes)
1979 – Gaivotas – Maria Emília (TV Tupi)
1978 – Sinal de Alerta – Talita
1977 – Espelho Mágico – Nora Pelegrini
1976 – Saramandaia – Zélia Tavares
1975 – O Grito – Kátia
1975 – Cuca Legal – Fátima
1974 – Corrida do Ouro – Valquíria
1973 – O Semideus – Adriana
1972 – Uma Rosa com Amor – Nara Paranhos de Vasconcellos
1970 – Simplesmente Maria – Maria (TV Tupi)
1969 – A Ponte dos Suspiros – Leonor Dantolo
1968 – A Gata de Vison – Dolly Parker / Meggy Parker
1968 – Demian, o Justiceiro – Princesa Surama
1967 – A Sombra de Rebeca – Suzuki
1966 – O Sheik de Agadir – Janette Legrand
1966 – Eu Compro Esta Mulher – Maria Teresa
1959 – Trágica Mentira – (TV Tupi)
1955 – As Professoras – (TV Tupi)

 
Minisséries
1995 – Engraçadinha… Seus Amores e Seus Pecados – Geni (minissérie)
1985 – Grande Sertão: Veredas – Maria Mutema (minissérie)
Filmes
1958 – Alegria de Viver
1958 – Pista de Grama
1964 – Deus e o Diabo na Terra do Sol
1965 – Society em Baby-Doll
1967 – Opinião Pública
Teatro
Terror e Miséria
Os Físicos
Socity em Baby
Os Inimigos Não Mandam Flores
Balbina de Inhansãn
Vestido de Noiva
Mulher Integral
Falção Peregrino
Vagas para moças de Fino Trato
A Partilha
O Milagre da Santa