Uma das notícias que os fãs da DC Comics e de filmes de super heróis mais desejavam se realizou: o DC Studios foi oficializado pela Warner Bros. Discovery!

Durante uma live com executivos, David Zaslav (CEO da Warner Bros. Discovery) confirmou em uma imagem que o DC Studios foi criado e é uma parte separada da Warner.

A existência do estúdio já era especulada, pois a WBD estava procurando a muito tempo um “Kevin Feige” para administrar de forma independente a divisão de heróis da DC Comics, do mesmo jeito que funciona no concorrente Marvel Studios.

Com isso, a divisão de filmes da DC teria mais autonomia, respondendo diretamente ao CEO da empresa, que neste momento seria Zaslav.

Zaslav também afirmou que a divisão cinematográfica da DC é muito importante, e há uma equipe planejando “aproximadamente dez anos” de histórias envolvendo os principais heróis e vilões da marca, como Batman, Superman e Mulher-Maravilha.

A grande inspiração é a Marvel Studios, a principal concorrente, que obteve imenso sucesso com as lideranças de Alan Horn, Bob Iger e Kevin Feige.

Horn atuará como um consultor dessa administração da Warner Bros. Discovery.

“Nosso objetivo, além de fazer a DC crescer (nos próximos anos) junto com seus personagens, é proteger a marca. Não vamos colocar um filme (no mercado) do qual não acreditamos, especialmente no que diz respeito à DC.”

Declarou, em referência ao cancelamento de Batgirl.

Também houve a confirmação da nova plataforma de streaming da companhia, que combinará os conteúdos de HBO Max e Discovery+.

Ou seja, as duas marcas deixarão de existir em um futuro próximo.

‎”Com relação ao streaming, nossa principal prioridade agora é lançar um serviço SVOD integrado. Em breve, falaremos mais sobre a estratégia e alguns dos principais blocos de construção e marcos à medida que reunimos HBO Max e Discovery+ sob uma única oferta.” Explicou Zaslav.

Trata-se de algo considerado “prioridade máxima” dessa nova administração, com a previsão de lançamento entre setembro e dezembro do próximo ano na América do Sul.