Na série de quadrinhos da DC Comics “Dark Knights of Steel”, a Mulher-Maravilha aparece com um novo par romântico: a heroína Zala Jor-El

Versão alternativa da Mulher-Maravilha beija outra heroína na boca em série de hq 5

Na HQ “Dark Knights of Steel”, em 12 edições, temos versões medievais dos super-heróis,  retratados como cavaleiros. Neste novo universo, Superman e Batman são irmãos, e depois que seu pai é assassinado, os dois heróis devem descobrir quem assumirá o trono.

A Mulher-Maravilha faz sua primeira aparição na segunda edição da série. Quando a princesa Zala Jor-El, irmã do Superman, é informada da morte de seu pai, a heroína corre para confortá-la, beija-lhe apaixonadamente e afirma que estará sempre ao seu lado. Ainda não se sabe, no entanto, se o romance das duas será explorado mais a fundo.

Versão alternativa da Mulher-Maravilha beija outra heroína na boca em série de hq 6

Em 2016, o roteirista Greg Rucka já havia confirmado que Mulher-Maravilha é uma personagem queer, dizendo ser “algo lógico devido ao ambiente totalmente feminino de Themyscira (terra natal das Amazonas)”.

Ela, definitivamente, não é a única heroína LGBTQ+. Este ano, Jon Kent, filho do Superman, assumiu ser bissexual na quinta edição da HQ “Superman: Son of Kal-El”.