O novo Xbox será conhecido em um evento no dia 21 de maio de 2013. Por enquanto, os boatos abordam diferentes características, como nome, preço, detalhes da Xbox LIVE e a polêmica conexão online permanente.

Assim que começou a se falar de um sucessor do Xbox 360, o apelido Xbox 720 ganhou certa popularidade na mídia. Não muito depois vimos também o nome Durango, que seria o codinome do hardware dentro da própria Microsoft.

Mas outros nomes já foram citados em rumores, incluindo NextBox, Xbox Infinity, e Xbox Fusion. Alguns até sugerem uma abordagem mais básica, dizendo que o console se chamaria apenas New Xbox, seguindo a tendência da linha de produtos da Apple (como o New iPad).

Paul Thurrot, um analista da própria Microsoft, comentou que o console deverá ser vendido em duas versões, uma de US$ 299 (R$ 600 sem impostos), que seria acompanhada por uma assinatura obrigatória de 2 anos da Xbox LIVE Gold, em torno de US$ 10 (R$ 20) por mês, e uma de US$ 499 (R$ 1.000 sem impostos).

Este modelo já estava sendo aplicado nos Estados Unidos, onde é possível comprar um Xbox 360 por US$ 99 (R$ 200) e pagar o resto em parcelas periódicas.

O joystick do próximo Xbox pode gerar uma grande surpresa, caso a Microsoft resolva inovar, mas o foco da empresa aparentemente está no que seria a próxima versão do seu periférico de captação de movimentos, o Kinect, que poderá até mesmo ser  integrado ao console, ou que o novo Xbox só funcionaria integrado ao acessório.

Xbox 720

Xbox 720

O novo Kinect seria muito mais preciso do que a versão atual, conseguindo acompanhar os movimentos de até seis pessoas e possuindo quatro microfones para captar voz, também teria uma área de atuação maior, podendo captar movimentos tanto em espaços maiores quanto em menores, reduzindo a distância mínima de funcionamento para 1,58 metros.

Outro boato seria sobre a capacidade do novo console de rodar jogos diretamente de seu HD após a instalação, sem a necessidade dos discos, o que seria uma medida da Microsoft para combater a pirataria de jogos na próxima geração.

Uma das maiores polêmicas é devido ao fato de que que o próximo Xbox precisaria estar conectado na internet o tempo todo para funcionar, o que tomou proporções tão grandes que até custou o emprego do diretor criativo da Microsoft, Adam Orth, que defendeu o modelo discutindo com fãs no Twitter.

 Vários rumores e declarações colidem a respeito desse assunto, com uma quantidade praticamente igual de comentários afirmando que o próximo Xbox exigirá uma conexão permanente quanto negações para tal fato.

Outros dizem ainda que a exigência será algo parcial, definido pelas próprias produtoras de jogos. Assim, cada empresa poderia decidir por conta própria se deseja que seus títulos sejam autenticados pelo menos uma vez online ou se exigiriam uma conexão permanente.

A rede da Microsoft deverá sofrer algumas mudanças para se tornar mais social, incorporando elementos provenientes do Facebook e Twitter. Já o sistema de Conquistas, por sua vez, oferecerá maior independência para as produtoras, que poderão incorporar novas conquistas em seus jogos após o lançamento, e até oferecer Conquistas especiais em eventos, como maratonas em finais de semana.

Com o aumento da popularidade de vídeos de gameplay e jogadores que ganham destaque ao jogar no YouTube, a Sony equipou o PlayStation 4 para facilitar todo esse processo, e o novo Xbox não ficaria atrás, trazendo uma funcionalidade semelhante de captura de vídeo.

Novo Xbox será lançado no dia 21 de maio