Ocorreram mais duas grandes perdas para o cinema, atriz Joan Fontaine  e o ator e diretor Tom Laughlin.

Fontaine, que faleceu aos 96 anos, era conhecida por seus papéis nos filmes de Alfred Hitchcock Rebbeca, A Mulher Inesquecível (1940) e Suspeita (1941), foi indicada ao Oscar pelos dois longas e acabou recebendo o prêmio pela sua atuação em Suspeita. A atriz também foi indicada por De Amor Também Se Morre (1943).

Tom Laughlin faleceu aos 82 anos, tendo sua carreira marcada pelo vigilante Billy Jack, que apareceu pela primeira vez em Nascidos Para Perder (1967). O personagem apareceria ainda em mais três filmes, todos escritos, dirigidos, produzidos e estrelados por Laughlin.

Joan Fontaine

Joan Fontaine

Joan Fontaine, nome artístico de Joan de Beauvoir de Havilland (Tóquio, 22 de outubro de 1917 – Carmel-by-the-Sea, 15 de dezembro de 2013), foi uma premiada atriz anglo – americana nascida no Japão. É a única atriz que conseguiu levar um Oscar (o de melhor atriz principal) pela performance num filme do diretor Alfred Hitchcock, o chamado mestre do suspense, que a dirigiu em Rebecca, a mulher inesquecível (no original, “Rebecca”, de 1940) e Suspeita (“Suspicion”, 1941), tendo sido este último o que lhe rendeu o prêmio.

Filha caçula da também atriz Lillian Fontaine, ela é a irmã mais nova da bicampeã de prêmios Oscar e Globo de Ouro Olivia de Havilland.

Tom Laughlin

Tom Laughlin

Tom Laughlin nasceu em Milwaukee, em 10 de agosto de 1931, trabalhou com grandes diretores do cinema, como Vincente Minnelli, em “Chá e simpatia” (1956), Robert Altman, em “Os delinquentes” (1957), William A. Wellman, em “Lutando só pela glória” (1958), Joshua Logan, em “Ao sul do Pacífico” (1958) e em “Até os fortes vacilam” (1960), Paul Wendkos, em “Maldosamente ingênua” (‘Gidget’, de 1959), Charles Jarrott, em “O pequeno ladrão de cavalos” (1976) e Michael Winner, em “A arte de matar” (1978).Ficou conhecido pela cinessérie de ação “Billy Jack” (iniciada em 1967 e encerrada em 1977, totalizando cinco filmes), na qual atuou, produziu, dirigiu e escreveu os roteiros