James Noble, o ator mais conhecido por seu papel como o governador distraído na década de 1980 do sitcom “Benson”, morreu nesta segunda-feira, 28 /03 /2016, no Hospital Norwalk em Connecticut. Ele tinha 94 anos.

Sua morte foi confirmada por Douglas Moser, um porta-voz da família, que disse que o Sr. Noble, que vivia em Norwalk, teve um AVC na semana passada.

De 1979 a 1986, o Sr. Noble interpretou Eugene Gatling, o bem-intencionados, mas pouco trapalhão governador de um estado sem nome, na série da ABC “Benson”.

O show era estrelado por Robert Guillaume, interpretando o mesmo personagem que tinha vivido no sitcom “Soap”. Benson era originalmente “diretor de assuntos domésticos” do governador, mas ao longo da série, ele subiu para diretor de orçamento do Estado e, em seguida, para vice-governador.

James Wilkes Noble nasceu em Dallas no dia 5 de março de 1922. Estudou arte dramática e engenharia na Universidade Metodista do Sul, mas largou os cursos para se juntar à Marinha durante a Segunda Guerra Mundial.

Depois da guerra, ele estudou no famoso  Actors Studio em Nova Iorque.

Antes de alcançar a fama nacional na televisão, Noble foi principalmente reconhecido como ator de teatro. Ele fez sua estréia na Broadway em 1949 a produção da comédia “The Velvet Glove” e passou a aparecer em mais de quatro shows da Broadway, incluindo o musical “1776,” no qual interpretou John Hancock.

Noble também teve um pequeno papel na versão cinematográfica de 1972.

Seus outros trabalhos incluem as novelas “One Life to Live” e “Another World” e do filme de sucesso “10.”

Sua esposa, a atriz Carolyn Coates, que conheceu quando ambos estavam trabalhando em uma produção de “Pygmalion”, morreu em 2005.

 

James Noble deixa sua filha, Jessica Katherine Noble Cowan.