Lembra da cena do filme “O Quinto Elemento” quando reconstroem o corpo da alienígena Lilo, interpretada por Milla Jovovich? A máquina utilizada está mais próxima de se tornar realidade. As bioimpressoras são impressoras de orgãos, máquinas utilizadas para construir um objeto camada a camada, imprimindo células, geralmente em um líquido ou gel.

Um médico americano, Dr. Darryl D’Lima, especialista em ortopedia, dirige um laboratório de pesquisa ortopédica na clínica Scripps, aonde já produziu cartilagem bioartificial com tecido de vaca, modificando uma antiga impressora jato de tinta para depositar diversas camadas de um gel que continha células vivas. Ele também imprimiu cartilagem em tecido retirado de pacientes que sofreram cirurgia de substituição de joelho.

Seu objetivo é ter uma impressora na sala de operação capaz de imprimir cartilagens sob medida, diretamente no corpo do paciente.

Dr Darryl D'Lima trabalha com bioimpressora em sua pesquisa sobre cartilagem

Dr Darryl D’Lima trabalha com bioimpressora em sua pesquisa sobre cartilagem

Atualmente, as pesquisas buscam definir se é possível passar as células pela cabeça de impressão sem matá-las (na maioria dos casos é) e como fazer cartilagem, osso, pele, vasos sanguíneos, pequenos pedaços de fígado e outros tecidos.

Mas imprimir órgãos inteiros ainda é um objetivo distante.

Impressora de orgãos - Uma realidade cada vez mais próxima 3