5ª Mostra Mosfilm de Cinema Soviético e Russo apresenta 10 títulos entre restaurados e inéditos no Brasil

5ª Mostra Mosfilm de Cinema Soviético e Russo apresenta 10 títulos entre restaurados e inéditos no Brasil 3

Bola de Sebo (1934), Guerra e Paz (1967) e Decisão: Aniquilação (2018) são alguns dos filmes a serem exibidos de 29 de novembro a 05 de dezembro na Cinemateca Brasileira, com entrada franca

Realizado pela CPC-UMES Filmes em parceria com a Cinemateca Brasileira, o evento abriga também a exposição “As Matryoskhas”, de Nadia Ramirez Starikoff, e uma feira de comidas, bebidas e artesanatos típicos do Leste Europeu:

Produzidas pelo MOSFILM, o maior estúdio da Europa e um dos mais importantes e pioneiros do mundo, as 10 produções que integram a 5ª Mostra MOSFILM de Cinema Soviético e Russo serão exibidas em sete dias, de 29/11, quinta-feira, a 05/12, quarta. Os ingressos para os filmes podem ser retirados gratuitamente, com antecedência de uma hora de cada sessão (ver programação ao final do texto).

Na abertura, às 19h do dia 29/11, quinta-feira, será exibido Vá e Veja (1985), do diretor Elem Klimov, vencedor de melhor filme restaurado no Festival de Veneza 2017. Frequentemente referenciado como um dos longas mais perturbadores sobre a guerra e seus efeitos, o filme foi restaurado em 2017, em um processo que levou quatro meses para ser concluído e foi coordenado pelo próprio Karen Shakhnazarov, Diretor Geral do Mosfilm.

As cópias restauradas são, inclusive, os destaques desta 5ª Mostra. Além de Vá e Veja, também serão exibidos Quando Voam as Cegonhas (1957), de Mikhail Kalatozov, Cidade Zero (1988), de Karen Shakhnazarov, e a épica adaptação do romance Guerra e Paz, de Liev Tolstoi. Dividido em quatro partes, o filme de Serguei Bondarchuk foi premiado com o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1969, sendo um dos melhores momentos do longa a reconstituição da Batalha de Borodino, que contou com mais de 300 atores, 120 mil figurantes, cerca de 200 canhões e 100 mil rifles.

Além dos filmes, a Cinemateca Brasileira receberá, este ano, mais duas atividades relacionadas à cultura e os costumes da Rússia:

Exposição As Matryoskhas

Durante todo o período da Mostra estará em cartaz a exposição As Matryoskhas, de Nadia Ramirez Starikoff. Filha de mãe russa, a artista tem sua trajetória marcada pela migração. Inspiradas nas bonecas de origem russa, as obras retratam as origens ancestrais, a materialidade do corpo, as conexões com o outro, as relações com o ambiente e, por fim, a relação com o universo em sua mais infinita amplitude. Assim como as diversas camadas de vida, matérias, cores e mistérios fazem de um jardim uma beleza intensa, pulsante e infinita, as esculturas da exposição As Matryoskhas nos levam a um mergulho visceral em nossas diversas camadas dessa incrível arte que é viver.

Feira de Comidas, bebidas e artesanatos típicos

No domingo, dia 02 de dezembro, um pedacinho da tradicional Feira do Leste Europeu também virá para a Cinemateca. Barracas com comidas, bebidas e artesanato típicos da região funcionarão a partir das 13h. A Feira do Leste Europeu acontece mensalmente na Vila Zelina, bairro que concentra o maior número de imigrantes de países do Leste Europeu em São Paulo.

5ª Mostra MOSFILM de Cinema Soviético e Russo

29 de novembro a 05 de dezembro

entrada gratuita | retirada de ingressos com uma hora de antecedência

Cinemateca Brasileira | sala BNDES

(Largo Sen. Raul Cardoso, 207 – Vila Clementino)

Exposição “As Matryoskhas”
Artista: Nadia Ramirez Starikoff
De 29 de novembro a 05 de dezembro, no saguão da Cinemateca Brasileira


Comidas, bebidas e artesanato típico do Leste Europeu
Domingo, 02 de dezembro, das 13h às 20h, nos jardins da Cinemateca Brasileira

5ª Mostra MOSFILM de Cinema Soviético e Russo

– programação –

29 de novembro, quinta-feira

19h30 – ABERTURA (evento aberto)

Vá e Veja

1985 / cor / 145 min / guerra, 16 anos

Direção: Elem Klimov

Elenco: Aleksei Kravchenko, Olga Mironova, Vladas Bagdonas, Lyubomiras Lauciavicius

Argumento e Roteiro: Ales Adamovich

Música: Oleg Yanchenko

Sinopse: Na 2ª Guerra Mundial, o adolescente Floria, morador de uma aldeia bielorrussa, encontra um velho fuzil e se junta ao movimento guerrilheiro que resiste aos invasores. A ocupação da Bielorrússia foi de uma selvageria sem precedentes, com mais de 600 vilas aniquiladas e 2,2 milhões de mortos.

Melhor Filme – Festival de Cinema de Moscou (1985)

Melhor Filme – Federação Internacional dos Críticos de Cinema

Melhor Filme Restaurado – Festival de Veneza (2017)

30 de novembro, sexta-feira

19h – Cidade Zero

1988 / cor / 101 min / comédia, 12 anos

Direção: Karen Shakhnazarov

Elenco: Leonid Filatov, Vladimir Menshov, Evgeny Evstigneev e Oleg Basilashvili

Argumento e Roteiro: Aleksandr Borodyansky / Karen Shakhnazarov

Música: Eduard Artemev

Sinopse: Durante a perestroika, quando tudo parece estar de cabeça para baixo, Aleksei Varakin, representante de uma indústria de Moscou, é enviado a uma pequena cidade para tratar com um fornecedor de máquinas de ar condicionado. O que era uma viagem de negócios corriqueira se transforma em pesadelo, à medida que Varakin se envolve em situações bizarras.

21h – Decisão: Aniquilação

2018 / cor / 97 min / ação, 16 anos

Direção: Aleksandr Aravin

Elenco: Igor Petrenko, Aleksei Vertkov, Ayub Tsingaev e Ivan Shakhnazarov

Argumento e Roteiro: Buzin Alexey / Kosov Pavel / Pavlov Pavel

Música: Yuri Poteenko

Sinopse: Em setembro de 2004, terroristas chechenos invadiram a Escola Número Um, na cidade russa de Beslan, fazendo mais de 1200 reféns. Dois dias depois detonaram explosivos que tinham plantado na escola e atiraram nos reféns, matando mais de 330 pessoas, entre elas 186 crianças. “Decisão: Aniquilação” relata a ação do serviço de inteligência russo para eliminar o líder dos terroristas, Shamil Bazgaev.

1º de dezembro, sábado

15h – Guerra e Paz I – Andrei Bolkonsky

1965 / cor / 142 min / drama, 14 anos

Direção: Serguei Bondarchuk

Elenco: Serguei Bondarchuk, Lyudmila Saveleva, Vyacheslav Tikhonov e Boris Zakhava

Argumento original: Liev Tolstoi

Roteiro: Serguei Bondarchuk / Vassily Salovyov

Música: Vyacheslav Ovchinnikov

Sinopse: Considerada a mais fiel adaptação cinematográfica do clássico de Tolstoi, o filme retrata o confronto entre Napoleão Bonaparte e a Rússia, relacionando-o às vidas das famílias Bolkonsky, Rostov e Bezukhov. O que começa como um desastre para os russos termina, sete anos mais tarde, com uma reviravolta, à medida em que a união contra o inimigo comum dissolve o antagonismo entre aristocracia e campesinato. Em 1805, o príncipe Andrei Bolkonsky alista-se no Exército Russo. Gravemente ferido na Batalha de Austerlitz, onde os seus são esmagados, o príncipe é erroneamente dado como morto. Pierre Bezukhov, filho bastardo de um dos homens mais ricos do país, é apresentado à alta sociedade.

17h45 – Guerra e Paz II – Natasha Rostova

1966 / cor / 94 min / drama, 14 anos

Direção: Serguei Bondarchuk

Elenco: Serguei Bondarchuk, Lyudmila Saveleva, Vyacheslav Tikhonov e Boris Zakhava

Argumento original: Liev Tolstoi

Roteiro: Serguei Bondarchuk / Vassily Salovyov

Música: Vyacheslav Ovchinnikov

Sinopse: A segunda parte da adaptação do romance de Liev Tolstoi ocorre no ano de 1809. Andrei Bolkonsky se apaixona por Natasha Rostova, e a pede em casamento. Seu pai, o Conde Rostov, pede, porém, que aguardem o retorno do príncipe de uma viagem. Nesse interim, Natasha conhece Anatol Kuragin, e os dois acabam se envolvendo. Bolkonsky descobre o romance e anuncia o fim do noivado. Bezukhov declara seu amor por Rostova enquanto tenta consolá-la.

19h40 – A Ascensão

1977 / p&b / 111 min / drama, 16 anos

Direção: Larisa Shepitko

Elenco: Boris Plotnikov, Vladimir Gostyukhin, Lyudmila Polyakova e Anatoly Solonitsyn

Argumento Original: Vassil Bykov

Roteiro: Yury Klepikov / Larisa Shepitko

Música: Alfred Schnittke

Sinopse: No rigoroso inverno que assola a URSS durante a 2a. Guerra Mundial, dois partisans deixam seu acampamento a procura de alimentos para o grupo. A jornada é de provações e sofrimento. Capturados pelos nazistas, reagem diferentemente ao mesmo tratamento brutal.

21h40 – Criança Abandonada

1939 / p&b / 68 min / comédia, livre

Direção: Tatyana Lukashevich

Elenco: Veronika Lebedeva, Faina Ranevskaya e Pyotr Repnin e Rostislav Plyatt

Argumento e Roteiro: Agnya Barto / Ryna Zelyonaya

Música: Nikolai Kryukov

Sinopse: Quando sua mãe precisa sair de casa, a pequena Natasha é deixada sob a supervisão do irmão Yura. Travessa, escapa e vai passear sozinha pelas ruas de Moscou. A garotinha perambula pela cidade e faz muitos amigos, entre adultos e crianças. Participam de seu destino todos aqueles que Natasha conhece em sua fascinante aventura, cheia de diversão.

02 de dezembro, domingo

15h – Guerra e Paz III – O Ano de 1812

1967 / cor / 78 min / drama, 14 anos

Direção: Serguei Bondarchuk

Elenco: Serguei Bondarchuk, Lyudmila Saveleva, Vyacheslav Tikhonov e Boris Zakhava

Argumento original: Liev Tolstoi

Roteiro: Serguei Bondarchuk / Vassily Salovyov

Música: Vyacheslav Ovchinnikov

Sinopse: O Exército de Napoleão invade a Rússia em 1812. Pierre Bezukhov acompanha a preparação para o iminente confronto. Ele se voluntaria para a artilharia na Batalha de Borodino, maior cena de guerra já filmada, que contou com 300 atores, 120 mil figurantes e o uso de 200 canhões e 100 mil fuzis. A unidade de Bolkonsky espera na reserva durante o conflito, e o príncipe é atingido por estilhaços de um tiro de canhão. À medida que presenciamos a guerra em toda a sua crueza, ressalta-se o repúdio de Tolstoi ao que o próprio escritor descreve como “o contrário da lógica da razão e da natureza humanas”.

17h – Guerra e Paz IV – Pierre Bezukhov

1967 / cor / 92 min / drama, 14 anos

Direção: Serguei Bondarchuk

Elenco: Serguei Bondarchuk, Lyudmila Saveleva, Vyacheslav Tikhonov e Boris Zakhava

Argumento original: Liev Tolstoi

Roteiro: Serguei Bondarchuk / Vassily Salovyov

Música: Vyacheslav Ovchinnikov

Sinopse: O Exército de Napoleão avança pelo território russo. Mas a evolução se mostra infrutífera pela efetividade da tática de “terra arrasada” do Exército Russo, sob o comando do marechal Mikhail Kutuzov, que não poupa Moscou, incendiando a cidade para que os invasores não encontrem “nem abrigo nem suprimentos”. Enquanto Moscou arde, os Rostovs se retiram e no caminho levam vários soldados feridos, entre eles Bolkonsky. Pierre Bezukhov permanece na cidade. Os franceses são derrotados na Batalha de Krasnoi, e iniciam o longo percurso de volta acossados pelas tropas russas.

20h – Quando Voam as Cegonhas

– exibição na parte externa –

1957 / p&b / 97 min / drama, 14 anos

Direção: Mikhail Kalatozov

Elenco: Tatyana Samoylova, Aleksei Batalov, Vassily Merkurev e Aleksandr Shvorin

Argumento e Roteiro: Viktor Rozov

Música: Moisey Vaynberg

Sinopse: Veronika e Boris, um jovem casal de namorados, é separado pela convocação do rapaz para se juntar ao Exército Vermelho durante a 2ª Guerra Mundial. Ansiosa por notícias do front, a moça é acolhida pela família de Boris quando sua casa é destruída por um bombardeio, acaba forçada a se envolver com o primo do rapaz, com quem resignadamente se casa. Mas continua a esperar por Boris.

Palma de Ouro | Melhor Filme – Festival de Cannes (1958)

03 de dezembro, segunda-feira

19h15 – O Incógnito de São Petersburgo

1977 / cor / 91 min / comédia, livre

Direção: Leonid Gayday

Elenco: Serguei Migitsko, Anatoly Papanov, Nonna Mordyukova e Valery Nosik

Argumento Original: Nikolai Gogol

Roteiro: Leonid Gayday / Vladlen Bakhnov

Música: Aleksandr Zatsepin

Sinopse: Autoridades de uma pequena cidade do Império Russo, na primeira metade do século 19, alarmam-se com a notícia de que receberão a visita de um fiscal da capital, São Petersburgo. A comédia de Leonid Gayday é uma adaptação da peça teatral “O Inspetor Geral”, farto e pedagógico inventário da corrupção na política, de autoria de Nikolai Gogol (1808-52).

21h – Quando Voam as Cegonhas

1957 / p&b / 97 min / drama, 14 anos

Direção: Mikhail Kalatozov

Elenco: Tatyana Samoylova, Aleksei Batalov, Vassily Merkurev e Aleksandr Shvorin

Argumento e Roteiro: Viktor Rozov

Música: Moisey Vaynberg

Sinopse: Veronika e Boris, um jovem casal de namorados, é separado pela convocação do rapaz para se juntar ao Exército Vermelho durante a 2ª Guerra Mundial. Ansiosa por notícias do front, a moça é acolhida pela família de Boris quando sua casa é destruída por um bombardeio, acaba forçada a se envolver com o primo do rapaz, com quem resignadamente se casa. Mas continua a esperar por Boris.

Palma de Ouro | Melhor Filme – Festival de Cannes (1958)

04 de dezembro, terça-feira

19h15 – Circus

1936 / p&b / 89 min / comédia musical, livre

Direção: Grigory Aleksandrov

Elenco: Lyubov Orlova, Serguei Stolyarov, Vladimir Volodin e Igor Ilinsky

Argumento e Roteiro: Grigori Aleksandrov

Música: Isaak Dunayevsky

Sinopse: Fugindo de uma multidão enfurecida com o fato dela ter dado à luz um bebê negro, a atriz circense americana Marion Dixon busca abrigo num trem e conhece o empresário alemão Franz von Kneishitz, que a recruta para uma turnê na URSS e a mantém como escrava, sob a ameaça de revelar seu segredo.

20h45 – A Ascensão

1977 / p&b / 111 min / drama, 16 anos

Direção: Larisa Shepitko

Elenco: Boris Plotnikov, Vladimir Gostyukhin, Lyudmila Polyakova e Anatoly Solonitsyn

Argumento Original: Vassil Bykov

Roteiro: Yury Klepikov / Larisa Shepitko

Música: Alfred Schnittke

Sinopse: No rigoroso inverno que assola a URSS durante a 2a. Guerra Mundial, dois partisans deixam seu acampamento a procura de alimentos para o grupo. A jornada é de provações e sofrimento. Capturados pelos nazistas, reagem diferentemente ao mesmo tratamento brutal.

05 de dezembro, quarta-feira

19h15 – Vá e Veja

1985 / cor / 145 min / guerra, 16 anos

Direção: Elem Klimov

Elenco: Aleksei Kravchenko, Olga Mironova, Vladas Bagdonas, Lyubomiras Lauciavicius

Argumento e Roteiro: Ales Adamovich

Música: Oleg Yanchenko

Sinopse: Na 2ª Guerra Mundial, o adolescente Floria, morador de uma aldeia bielorrussa, encontra um velho fuzil e se junta ao movimento guerrilheiro que resiste aos invasores. A ocupação da Bielorrússia foi de uma selvageria sem precedentes, com mais de 600 vilas aniquiladas e 2,2 milhões de mortos.

Melhor Filme – Festival de Cinema de Moscou (1985)

Melhor Filme – Federação Internacional dos Críticos de Cinema

Melhor Filme Restaurado – Festival de Veneza (2017)

21h45 – Bola de Sebo

1934 / p&b / 63 min / drama, 14 anos

Direção | Roteiro: Mikhail Romm

Argumento Original: Guy de Maupassant

Música: Mikhail Chulaki

Elenco: Galina Sergeeva, Andrei Fayt, Pyotr Repnin e Faina Renevskaya

Sinopse: Grupo de burgueses deixa Rouen, na França, para fugir da ocupação do exército prussiano em 1870. Já iniciada a viagem, uma prostituta conhecida como Bola de Sebo se junta à comitiva. Adaptado do conto homônimo de Guy de Maupassant, “Bola de Sebo” foi realizado em 1934 como um filme silencioso, sendo sonorizado em 1955 sob a supervisão do diretor, Mikhail Romm.