Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, vai ganhar uma cinebiografia em hollywood, que já tem data para ser filmada. O projeto está em pré-produção e deve começar a ser rodado em agosto.

O roteiro e direção do filme ficam à cargo dos irmãos Jeff e Michael Zimbalist e a produção é da Imagine Entertainment. O filme foi sugerido  à produtora pelo presidente do Cosmos de Nova York, aonde Pelé jogou antes de se aposentar, Paul Kemsley, que detém os direitos de adaptação ao cinema da história do jogador.

Jeff Zimbalist dirigiu, em 2005, o documentário Favela Rising, sobre o trabalho do grupo Afro Reggae no Rio de Janeiro. Com Michael, ele dirigiu outro filme de temática latina, The Two Escobars. A ideia é que o longa seja falado em inglês com alguns trechos em português. O lançamento é prometido para antes da Copa do Mundo de 2014 e o protagonista deve ser anunciado em breve.

A Exclusive Media negocia os direitos internacionais do filme em Cannes e contará com a presença de Pelé no festival para impulsionar o projeto.

Vida de Pelé nas telas de cinema

Edson Arantes do Nascimento, mais conhecido como Pelé, nasceu na cidade mineira deTrês Corações em 21 de outubro de 1940, e é o maior futebolista da história. Em 1999, foi eleito o Futebolista do Século pela International Federation of Football History and Statistics. No mesmo ano, a revista francesa France Football consultou os ex-vencedores do Ballon D’Or para eleger o Futebolista do Século; Pelé classificou-se em primeiro.

Em sua carreira, no total, marcou 1281 gols em 1363 partidas, número que fez dele o maior artilheiro de toda história do futebol.

Recebeu o título de Atleta do Século de todos os esportes em 15 de maio de 1981, eleito pelo jornal francês L’Equipe. No fim de 1999, o Comitê Olímpico Internacional, após uma votação internacional entre todos os Comitês Olímpicos Nacionais associados, também elegeu Pelé o “Atleta do Século”. A FIFA também o elegeu, em 2000, numa votação feita por renomados ex-atletas e ex-treinadores como O Jogador de Futebol do Século XX.

No Brasil, Pelé é saudado como um herói nacional por suas realizações e contribuições ao futebol. Também é conhecido pelo seu apoio a políticas para melhorar as condições sociais dos pobres, tendo inclusive dedicado seu milésimo gol às crianças pobres brasileiras. Durante sua carreira, foi chamado de Rei do Futebol, Rei Pelé, ou simplesmente Rei.