Cosplay (コスプレ, Kosupure) é a abreviação de costume play ou ainda de costume que pode traduzir-se por “representação de personagem a caráter”, “disfarce” ou “fantasia”.

Saiba o que é Cosplay 5

O termo refere-se à atividade lúdica, praticada principalmente (porém não exclusivamente) por jovens, a qual consiste em disfarçar-se ou fantasiar-se de personagem real (artista) ou ficcional (personagem de animes, mangás, comics ou videojogos), procurando interpretá-lo na medida do possível. Os participantes (ou jogadores) dessa atividade chamam-se cosplayers.

Cosplay é a arte de se transformar em um personagem utilizando de maquiagem, interpretação, vestuário e demais técnicas exigidas pelo alter ego do artista ou do personagem que está interpretando. Cosplayers são entertainers que podem fazer uso de sua arte cosplay com finalidade de hobby ou profissional, porém, acima de tudo, cosplayers são artistas completos da sociedade contemporânea.

Saiba o que é Cosplay 6

A História do Cosplay

Em 1939 durante a primeira Worldcon, Forrest J. Ackerman na companhia de Myrtle R usaram pela primeira vez uma fantasia durante um evento. Ele criou a veste chamada “future costume”, enquanto ela criou uma versão do vestido do filme de 1936 “Things to Come”. Desde então, tornou-se uma prática anual nas Worldcon, com concursos e atrações próprias, e mais tarde estendendo-se aos fãs de fantasia e quadrinhos. Os primeiros cosplays de mangá/anime registrados são posteriores aos anos 70, nos EUA.

O fenômeno do cosplay chegou ao Japão na década de 80 por meio de Nobuyuki Takahashi, que ficou surpreso com o costume ao visitar um Wordcon, que começou a incentivar a pratica no Japão pelas revistas de Ficção Científica.

Tornou-se comum no Japão durante as Comic Markets do Japão (criadas em 1975), que se celebram em Odaiba (Tóquio), lugares de compra e venda de Dōjinshi. Esse evento prosseguiu desde então e se realiza regularmente. Lá, grupos de japoneses vestiam-se de seus personagens favoritos de mangás, animes, comics e videojogos. Assim pois, tal prática sempre tem sido muito relacionada com aqueles produtos. Contudo, com o passar do tempo, foi-se estendendo a outros domínios, em conceitos e culturas, ganhando foro internacional. Com a popularização do anime nos anos 90, o cosplay japonês tornou-se popular no mundo todo, tratando-se de caracterizações de personagens existentes, enquanto que os primeiros cosplays dos EUA estendiam-se principalmente à criação de personagens, não somente se prendendo aos pré existentes.

Cosplay no Brasil

Em convenções de jornada nas estrelas e RPG no final da década de 1980 já se encontravam fãs fantasiados de seus personagens favoritos. Todavia, tal caracterização não era ainda conhecida como cosplay, pois o termo, na época, ainda começava a se difundir no Japão.

O ato de se fantasiar não era visto como um passatempo por seus praticantes, manifestando-se nas convenções apenas como um elemento de expressão dos fãs. No final da década de 1990, com a popularidade do anime Cavaleiros do Zodíaco, surgiram as primeiras convenções de anime e mangá no país, fazendo assim essa atividade ressurgir, então com nome e características próprias, e os concursos. No início, as caracterizações eram quase em sua totalidade de personagens de animação, quadrinhos ou jogos japoneses, mas ao longo dos anos outras mídias foram incorporadas pelos fãs, como quadrinhos americanos, filmes ou livros, como por exemplo, Harry Potter ou Piratas do Caribe.

Os primeiros eventos significativos de anime em São Paulo que abriram espaço para o cosplay, foram a MangáCon e AnimeCon, sendo este segundo o evento mais importante de sua época. Ainda nesse período, os sites”Arquivo Cosplay Brasil” e “Cosplay Party Br” foram alguns dos pioneiros a tratar do assunto no Brasil. Em 2002 ambos se uniram, formando o Cosplay Brasil, que reúne a maior comunidade brasileira de praticantes e simpatizantes do cosplay.

Atualmente, o maior eEvento envolvendo concursos de Cosplay é a Comic Con Experience.