Em 27 de julho de 1940, Bugs Bunny, conhecido no Brasil como Pernalonga, apareceu pela primeira vez no curta metragem A Wild Hare

Oficialmente, pois dois anos antes, um coelho malandro sem nome – uma espécie de Pernalonga em formação- apareceu em outro curta, chamado Porky’s Hare Hunt, com o Gaguinho (Porky Pig) fazendo o papel de caçador.

Dirigido por Tex Avery, A Wild Hare estabeleceu a dinâmica Pernalonga X Hortelino (Elmer Fudd), personagem que já havia estreado em 1937, e ainda apresentou o bordão “What’s Up, doc?”, que aqui pegou como “O que é que há, velhinho?”. Originalmente, o coelho não foi creditado nesta primeira aparição, algo que foi remediado depois de seu sucesso instantâneo.

Primeiro curta com o Pernalonga:

Pernalonga é uma lebre antropomórfica, que aparece em vários curta-metragens de animação das séries Looney Tunes e Merrie Melodies, produzidos pela Leon Schlesinger Productions, que se tornaria a Warner Bros. Cartoons em 1945.

Ao todo,ele estrelou 163 curtas durante a Era de Ouro da animação americana e fez pequenas pontas em mais três desenhos, além de várias aparições em outros filmes.

Atualmente, ele é o mascote corporacional da Warner Brothers, especialmente do seu departamento de animação. É um dos personagens mais famosos no mundo, sendo que, em 2002, foi escolhido pela revista TV Guide como o maior personagem de desenho animado de todos os tempos.

De acordo com o livro Bugs Bunny: 50 Years and Only One Grey Hare, ele “nasceu” em 1940, no Brooklyn, Nova York, e foi criado por Tex Avery, que dirigiu The Wild hare (O Coelho Selvagem – 1940), a estréia de Pernalonga no cinema; e Robert McKimson, que criou o design definitivo do personagem.

Confira o curta em que o Gaguinho persegue o coelho que se tornaria o-Pernalonga:

De acordo com Mel Blanc, seu dublador original, Pernalonga tem um sotaque característico de Flatbush, uma equilibrada mistura entre os dialetos do Condado de Bronx e do Brooklyn. Seu famoso bordão é a pergunta “Eh… What’s Up, Doc?” (“Eh… o que é que há, velhinho?”) geralmente dito enquanto mastiga uma cenoura.

Evolución-de-bugs

Muitos historiadores de animação nos EUA acreditam que o Pernalonga pode ter tido sua personalidade influenciada por um personagem anterior de Walt Disney, um coelho chamado “Max Hare”, desenhado por Charlie Thorson, que apareceu pela primeira vez em um desenho de Sinfonias Tolas (“Silly Synphonies”) chamado “The Tortoise and the Hare”, dirigido por Wilfred Jackson. Tex Avery, um dos criadores do Pernalonga, admitia ter copiado um pouco da personalidade do coelho “Max Hare” para o Pernalonga, embora o design de Avery para o Pernalonga,tenha ficado com uma aparência mais inocente, do que o coelho de Thorson, que acabou se encaixando melhor com o seu comportamento sarcástico.

A maneira que Pernalonga morde sua cenoura com o canto da boca, também lembra muito o jeito que o comediante Groucho Marx fumava seu charuto. Um dos bordões mais populares do Pernalonga, Of course you know, this means war! (“É claro que você sabe, que isso significa guerra!”) também foi inicialmente dito por Groucho, em filmes como Duck Soup e Uma Noite na Ópera.

Bugs-Bunny-bugs-bunny-the-looney-tunes-show-30140746-838-469

O nome “Bugs Bunny”

Segundo o dublador Mel Blanc, o Pernalonga inicialmente seria chamado de “Happy Rabbit”, somente depois é que ele ganharia o nome de Bugs Bunny nos Estados Unidos. Charlie Thorson, foi o responsável pelo coelho ter recebido este nome.

O personagem acabou ganhando esse nome, por causa de um “model sheet” (papel com modelos de vários ângulos do personagem) desenhado por Ben Hardaway (que tinha o apelido de Ben “Bugs” Hardaway ou somente “Bugs”).

Charlie Thorson escreveu na folha do desenho: “Bugs’ bunny” (“o coelho de Bugs”), ele escreveu assim para creditar os desenhos do coelho, como de propriedade de Ben “Bugs” Hardaway. Então quando foram feitos cartazes promocionais para o cinema anunciando o curta que estavam produzindo, o nome que estava escrito na folha do “model sheet”, foi usado para se tornar o nome oficial do coelho: “Bugs Bunny”, também como uma homenagem à “Bugs” Hardaway.