O ator e diretor Oswaldo Loureiro morreu na madrugada deste sábado, aos 85 anos, em decorrência de uma parada cardíaca. Ele sofria de Alzheimer.

Loureiro estava internado no Hospital São Luiz, em São Paulo. O velório aconteceu na tarde deste sábado (4) no Jardim da Colina, em São Bernardo do Campo, seguido da cremação.

Casado com Madalena Loureiro, ele deixa filhos e netos.

Oswaldo Loureiro, ator e diretor, morre aos 85 anos 3

Nascido em 1932, no Rio de Janeiro, Oswaldo Loureiro atuou em mais de 140 peças, 33 filmes e mais de 20 novela na Globo.

Como diretor, colaborou com o seriado “O Bem-Amado” (1980-1985), o humorístico “Os Trapalhões” (1982-1988), e o programa de variedades “Batalha dos Astros” (1983).

Oswaldo veio de uma família de artistas: a mãe era cantora lírica, o pai, jornalista e ator; as irmãs, bailarinas do Theatro Municipal. Sua estreia profissional foi em 1955, aos 23 anos, quando integrava a companhia de teatro de Henriette Morineau, na peça Vestido de Noiva – famosa montagem de Nelson Rodrigues.

No cinema, atuou em mais de 30 filmes, como “O beijo no asfalto” (1981) e “O homem nu” (1968).

Sua última novela foi “A lua me disse”, de 2005.