Peter Seamus O’Toole (Connemara, 2 de agosto de 1932 – Londres, 14 de dezembro de 2013) foi um ator irlandês, pai da também atriz Annette O’Toole.

Peter O’Toole foi indicado a oito Oscar, e detém o recorde de mais indicações sem nehuma vitória. Ganhou quatro Globos de Ouro, um BAFTA e um Emmy, e foi o ganhador de um Oscar honorário em 2003 por seu corpo de trabalho.

Peter O’Toole faleceu neste domingo, 15/12/2013, aos 81 anos. Segundo seu agente, Steve Kenis, O’Toole morreu devido a um câncer de estômago, que o manteve internado no hospital Wellington, em Londres.

“Era único no melhor sentido da palavra e um gigante em sua especialidade”, disse Kenis em comunicado oficial.

80315497O’Toole ficou conhecido por ter interpretado o icônico Lawrence da Arábia, no filme de 1962 de David Lean, onde interpretou T. E. Lawrence, histórico oficial britânico que participou da Revolução Árabe.

Desde 2012 ele havia parado de atuar devido à sua frágil saúde. Seu último filme foi Katherine of Alexandria, que tem estreia marcada para 2014.

O ator também deu voz ao crítico gastronômico Anton Ego, de Ratatouille, foi Sherlock Holmes nos filmes dos anos 1980 e interpretou Príamo, o rei de Tróia, no épico de Wolfgang Petersen, Tróia.

O câncer de estômago afligia O’Toole desde os anos 1970, quando ele conseguiu superar a doença.

Nos bastidores, o ator era conhecido pela vida boêmia e apreço pela bebida. Junto com Richard Harris, Albert Finney e Richard Burton (todos tiveram complicações com a bebida), ele foi um dos maiores atores de sua geração, fazendo parte da London’s Royal Academy of Dramatic Art.

A última indicação para o Oscar foi por Vênus, em 2006. O’Toole nasceu na Irlanda, foi criado em Londres e deixa duas filhas adultas, Annette e Patricia, que teve com Sian Phillips.

Morre Peter O'Toole