Morre o ator Harry Dean Stanton 3

Ator de filmes como “Paris Texas”, “O poderoso chefão” e “Alien”, o americano Harry Dean Stanton morreu de causas naturais na sexta-feira, 15/09/2017, aos 91 anos.

Dean Stanton foi um ator icônico, mesmo raramente sendo protagonista nas produções em que atuou. No final deste mês chega às salas norte-americanas Lucky, a última produção a contar com Stanton no elenco. “Ele é um mestre zen”, disse o diretor John Carroll Lynch, John Carroll Lynch, na apresentação do filme, em Locarno. “Ele costuma dizer ‘adoro não fazer nada e depois descansar um pouco’”.

Em mais de 60 anos de carreira e crédito em 236 produções, Dean Stanton trabalhou com alguns dos principais diretores de Hollywood e do mundo, como Martin Scorsese, Francis Ford Coppola, John Carpenter e Wim Wenders. Foi também um dos atores preferidos de muitos cineastas, como Sam Packinpah e David Lynch. Com este último, trabalhou em filmes como “Coração selvagem”, “História real” e “Twin Peaks” (o longa e a série).

Filmografia:

O primeiro filme de Harry Dean Stanton foi Tomahawk Trail (1957), seguindo-se, entre os principais, Cool Hand Luke (1967), Kelly’s Heroes (1970), Cisco Pike (1972), Dillinger (1973), Pat Garrett & Billy the Kid (1973), The Godfather: Part II (1974), Alien (1979), The Rose (1979), Private Benjamin (1980), Escape from New York (1981), One from the Heart (1982), Christine (1983), Paris, Texas (1984, dirigido por Wim Wenders), Repo Man (1984), Fool for Love (1985), Pretty in Pink (1986), Wild at Heart (1990), Man Trouble (1992), Never Talk to Strangers (1995), Fear and Loathing in Las Vegas (1998), The Green Mile (1999), The Man Who Cried (2000), Sand (2000), The Pledge (2001), Alpha Dog (2005) e Inland Empire (2006)