A veterana comediante e apresentadora Joan Rivers morreu nesta quinta-feira, 04/09/2014, depois de ficar internada por uma semana após ter supostas paradas respiratória e cardíaca durante uma cirurgia nas cordas vocais. “É com muita tristeza que anuncio a morte da minha mãe, Joan Rivers. Ela morreu em paz às 13h17, cercada da família e por amigos próximos”, disse a filha Melissa Rivers.

Na quarta-feira, 03/09, Joan havia deixado a unidade de terapia intensiva e sido transferida para um quarto no hospital de Nova York, onde se encontrava internada desde o dia 28/08/2014.

Joan foi hospitalizada em estado crítico quando deixou de respirar durante uma cirurgia das cordas vocais em uma clínica do Upper East Side, foi mantida em terapia intensiva durante todos esses dias e foi colocada em coma induzido.

Rivers, cujo verdadeiro nome é Joan Alexandra Molinsky, é a mais ácida de uma geração de comediantes e apresentadores de TV da qual fazem parte Lucille Ball e Phyllis Diller, já falecidas, e Carol Burnett. Nos últimos anos de sua carreira, Rivers ficou muito conhecida por suas inúmeras cirurgias plásticas, além de comentários de moda no programa Fashion Police, que comandava.

Foi pioneira na cobertura do tapete vermelho nas cerimônias de televisão e do cinema. Ela era estrela de um reality show sobre a vida com a filha Michele. Além de lançar livros e fazer apresentações de comédia stand-up, ela teve uma longa história na TV americana.

Teve participações no talk show “Tonight Show” (1965) e o comando de “The Joan Rivers Show”, entre 1989 e 1993. Com comentários e humor politicamente incorretos, ela passou a ser referência na cobertura do universo das celebridades.

JR