Um machado usado por um psicopata famoso nas telas está encaixotado numa sala do Jardim Europa. Com essa arma, Jack, que trabalhava muito e se divertia pouco, arrebentou a porta de um quarto de hotel abandonado e tentou matar sua mulher, no fim da tarde de uma segunda gelada de inverno.

O instrumento empunhado pelo ator Jack Nicholson no filme de terror “O Iluminado” (1980), é só uma das centenas de itens de uma exposição que promete tirar do escuro boa parte dos cinéfilos da cidade.

A mostra “Stanley Kubrick”, que abre no dia 11/10/2013 e vai até 12/01/2014, no Museu da Imagem e do Som (MIS), tem mais de 500 peças ligadas à obra do cineasta Stanley Kubrick.

Criada na Alemanha, em 2004, e já apresentada em dez cidades do mundo, a mostra paulista pretende enfatizar as diferentes frequências nas quais Kubrick operou.

A filmografia completa (exceto “Medo e Desejo”, de 1953, renegado pelo próprio Kubrick) será exibida no MIS a partir do dia 11, como tira-gosto para a homenagem a ele na 37ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

O cunhado de Kubrick e produtor de alguns de seus filmes, o alemão Jan Harlan virá ao país para uma aula e a exibição de seu “Stanley Kubrick: a Life in Pictures” (Uma Vida em Imagens).

MIS apresenta 500 itens da trajetória da carreira de Stanley Kubrick

STANLEY KUBRICK

ONDE:  Museu da Imagem e do Som (av. Europa, 158, tel. 0/xx/11/2117-4777, São Paulo)

QUANDO: de 11 de outubro até 12/01/2014; venda de ingressos a partir de hoje no MIS ou no site www.ingressorapido.com.br

QUANTO: de R$ 10 a R$ 20