A edição da HQ “Justice League of America #1”, nova revista da Liga da Justiça, com as 53 capas alternativas, uma para a bandeira de cada estado dos EUA, mais protetorados e a bandeira nacional, ultrapassou os 300 mil pedidos à distribuidora Diamond Comics em fevereiro. Nos últimos anos, anda raro uma HQ passar das 200 mil unidades.

A nova formação da Liga da Justiça é composta por: Arqueiro Verde, Katana, Ajax, Lanterna Verde – Simon Baz, Stargirl, Vibe, Gavião Negro e Mulher Gato.

Alguns fãs mais radicais compram todas as versões, apostando que algumas virem raridade e tenham valor de revenda superfaturado no futuro próximo, por isso capas alternativas são uma estratégia que já virou clichê no mercado norte-americano para impulsionar as vendas. Segundo a DC, 14 das 53 capas já estão esgotadas.

É o melhor número de vendas que a editora já atingiu nos Novos 52. É possível que o antecedente mais próximo na DC seja a edição do casamento de Superman, em 1996 (mas os dados de vendas da época eram menos precisos).

A Marvel, porém, tem seis posições no top 10 com as séries “Marvel Now. Uncanny X-Men #1”  chegou perto das 180 mil unidades, o que é um grande lançamento, e “Superior Spider-Man” continua vendendo muito bem. A editora também lançou “Secret Avengers”, Nova e a edição 0.1 de Guardiões da Galáxia em fevereiro, todas acima de 80 mil pedidos. Só “Fearless Defenders #1” estreou mal, perto dos 50 mil.

Nas graphic novels e coletâneas, Alan Moore prova seu talento,” Nemo: Heart of Ice”, graphic novel da série A Liga Extraordinária, lidera a lista. O item mais rentável, porém, é a coletânea “Batman: The Night of the Owls”, de US$ 30, que ficou em segundo lugar.

Mas pode haver uma controvérsia que aponta a deficiência de guiar-se somente pelos números da Diamond. “Legend of Zelda: Hyrule Historia”, da Dark Horse, chegou a virar o livro mais vendido nos EUA em janeiro e fevereiro, mas nem aparece nas listas. Fora a categoria de livro ser calculada à parte, a Diamond só distribui para comic shops – e não para as livrarias, digitais e físicas, que fizeram a festa com o livro no mês passado.

A Marvel ficou com 34,82% do mercado em arrecadação, contra 29,22% da DC. Em unidades, foi 38,46% da primeira contra 32,89% da segunda. A Image Comics continua em terceiro e, batendo recordes, a IDW Publishing ultrapassou pela primeira vez os 7% do mercado, chegando a 7,89% em unidades. Seu maior sucesso atual é a HQ baseada em “My Little Pony”.

HQ da Liga da Justiça é a revista da DC mais vendida do século