Heróis e vilões da DC Comics feitos com Lego ganham exposição em SP

/, Comics, Cultz, Curiosidades, DC, Dicas, Nerd/Geek, Notícias/Heróis e vilões da DC Comics feitos com Lego ganham exposição em SP

The Art Of The Brick: DC Super Heroes’, de Nathan Sawaya, chega a São Paulo

desconhecido.png

1568929266940.jpg

Formada por mais de 100 esculturas, a mostra se divide em salas temáticas, como a Fortaleza da Solidão, dedicada ao Super-Homem, Themyscira, com foco na Mulher-Maravilha, e DC Dark, ocupada por vilões.

Nathan Sawaya, criador da mostra contou que a ideia surgiu após o sucesso da exposição The Art Of The Brick, de 2016, que também passou pelo Brasil. “Depois dela, eu quis fazer algo novo e pensei em discutir os conceitos de bem e mal”, conta o artista. “Isso me levou diretamente ao universo dos quadrinhos”.

­

A escolha dos personagens da DC foi pessoal. “Eu cresci lendo muitas HQs e vendo muita TV”, conta Sawaya. “E foi daí que veio minha inspiração.”

Com estúdios em Nova York e Los Angeles, Sawaya conta com uma equipe para ajudá-lo a montar as obras. Tarefa que não é fácil: o simples logo do Batman, por exemplo, demandou mais de mil peças em sua composição.

Sawaya destaca a dificuldade de criar a sensação de movimento nas esculturas.

Outro desafio foi compor o famoso jato invisível da Mulher-Maravilha. “Precisei usar peças transparentes, o que eu nunca tinha visto alguém fazendo antes”, conta ainda.

Sawaya brinca com possibilidades, como na sala DC Light, por exemplo, cria momentos descontraídos dos personagens, um exemplo é a escultura do personagem Aquaman tomando um banho de banheira.

Confira algumas das peças expostas:

Exposição The Art Of The Brick: DC Super heroes

1568924554539.jpg

1 | 11 Obra foi construída com 11.756 peças e levou 100 horas para ser concluída

1568924525920.jpg

2 | 11 Heróis são temas das salas Themyscira e Fortaleza Da Solidão

1568924555943.jpg

11 | 11 O artista Nathan Sawaya posa ao lado de uma escultura do Coringa, em visita guiada na exposição no Brasil

Na sala Fortaleza da Solidão, o Super-Homem ganha duas representações interessantes. Na primeira, feita com 25 mil blocos de lego, o super-herói perde a capa e ganha asas de anjo.

Na outra, ele aparece empurrando um muro feito por sua própria capa.

Batman também ganha uma escultura mais conceitual.
Em “Construindo o Batman”, o personagem aparece concentrado, encaixando peças no próprio braço esquerdo. “Essa obra é mágica por essa ideia”, comenta. “O Batman é o único herói da DC que é um homem comum, não tem superpoderes e precisou se construir”, acrescenta.

The Art of The Brick: DC Super Heroes. OCA – Museu da Cidade de São Paulo. Parque do Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, S/N, portão 2. 3ª a 6ª, 9h às 20h; Sáb. e Dom. 9h às 19h.

 

2019-09-20T07:38:57-03:00