O criador da saga Star Wars,George Lucas, planeja abrir um museu dedicado ao cinema fantástico no Presídio de São Francisco, na Califórnia.

Depois de vender a LucasFilm, sua produtora, para a Disney, Lucas quer se dedicar a ser um curador de museu.  Depois de três anos de desenvolvimento, Lucas enviou a proposta de criação do museu para a comissão que administra o parque.

O acervo de George Lucas, acumulado em 40 anos, inclui ilustrações de Norman Rockwell e Maxfield Parrish, histórias em quadrinhos, livros infantis, figurinos, além de artigos de coleção relacionados ao cinema e tecnologia digital. Este museu teria exposições fixas e rotativas, além de programas dentro da Edutopia, fundação educacional criada por Lucas em 1991.

George Lucas desenvolveu esta ideia para inspirar jovens da mesma forma que ele foi inspirado a criar o universo de Star Wars: “Esse museu é uma dedicação à cultura da fantasia. Como você cria ambientes, como você cria sets, como você cria personagens, como você cria figurinos. Parte do museu é dedicada a educar pessoas na ideia de contar histórias, na ideia de ser capaz de pintar suas fantasias, que é o que Star Wars foi”, disse Lucas.

O custo do museu, que se chamará “Lucas Cultural Arts Museum” deve ficar entre US$ 250 a US$ 300 milhões, além de precisar de uma doação de US$ 400 milhões para manutenção. O projeto de Lucas concorre com outras 15 propostas e os finalistas serão divulgados em abril.

George Lucas planeja abrir um museu

George Walton Lucas Jr., (Modesto, 14 de Maio de 1944) é um produtor, roteirista e cineasta, norte-americano mundialmente famoso pelas franquias Guerra nas Estrelas e Indiana Jones. Está entre as pessoas mais ricas e influentes do mundo, sua fortuna é estimada em US$ 3 bilhões de dólares.

George Lucas nasceu em Modesto, na Califórnia, filho de Dorothy e George Lucas. Era um apaixonado por automóveis, e o seu sonho era ser piloto de corridas, mas um terrível acidente pôs fim a este desejo e mudou a sua maneira de ver a vida. Durante a década de 60, Lucas estudou cinema na Universidade da Califórnia do Sul, uma das primeiras a ter uma cadeira dedicada a essa temática, onde conheceu Francis Ford Coppola. Nessa época fez uma série de pequenos filmes, entre os quais, um curta, THX-1138, que iria se tornar mais tarde a seu primeiro longa-metragem.

Após fazer a graduação, fundou o estúdio American Zoetrope, em parceria com Coppola, companhia que tinha por objetivo ajudar os realizadores a criar filmes de forma livre, fora do circuito opressivo de Hollywood. A Zoetrope não teve sucesso, mas com o dinheiro realizado com Loucuras de Verão e Guerra nas Estrelas, Lucas conseguiu montar a sua própria companhia, a Lucasfilm, a qual pôs à venda em 2012 fechando negócio com a Disney por quatro bilhões de dólares.  As subdivisões desta empresa, “Skywalker Sound” e “Industrial Light & Magic” tornaram-se das mais respeitadas em seus campos, respectivamente, o de som e o de efeitos especiais. Também a “Lucasfilm Games”, mais tarde rebatizada de “LucasArts”, é muito bem vista na indústria dos jogos de computador.

Lucas foi multado pelo sindicato dos diretores por pôr os créditos dos filmes apenas no fim do filme original de Guerra nas Estrelas. Após ter pagado a multa abandonou a organização.

Quanto à vida pessoal, Lucas tem três filhos adotivos: Amanda (nascida em 1981), Katie (nascida em 1988) e Jett (nascido em 1993). Foi casado com Marcia Lucas de 1969 a 1983. Atualmente namora a empresária Mellody Hobson. George Lucas ironicamente se denomina budista-metodista, e acredita no poder do mito, conforme os conceitos do antropólogo Joseph Campbell.