Não é só nas grandes telas que os Super-Heróis estão reinando, nas telinhas também. Com o sucesso de Arrow e o eminente lançamento de Agentes da Shield, o mercado se aquece para esta temática. O canal The CW está desenvolvendo uma série sobre mais um herói da DC Comics: Flash.

[dt_divider style=”double-gap”/]

flash_02

John Wesley Shipp como Flash

Em 1990 foi adaptada para a TV a história do segundo Flash, Barry Allen, interpretado pelo ator John Wesley Shipp.

Esta série mostrava o Flash “Barry Allen” como um funcionário da polícia científica que sofre um acidente químico, sendo banhado por produtos químicos após seu laboratório ser atingido por um raio. Esse acidente fez com que ele desenvolvesse poderes de super velocidade.

A nova série do Flash deve mostrar uma abordagem clássica, neste caso, o Flash deverá ser novamente Barry Allen.

A produção da série já estaria em ritmo acelerado, contando com os mesmos criadores de Arrow, Greg Berlanti e Andrew Kreisberg , alé, do diretor David Nutter.

 

A série foi oficializada durante a apresentação da CW na conferência para a Associação de Críticos de TV, mas o personagem deverá ser introduzido em Arrow para testes de audiência e aceitação do público, antes de ganhar a série própria. O presidente do CW, Mark Pedowitz, disse que a intenção é introduzir Barry Allen como um personagem recorrente em Arrow: “Estamos planejando em fazer uma história de origem e ver como fica. A ideia é expandir o Universo DC e sentimos que essa foi uma forma orgânica de chegar lá.

o Flash “Barry Allen” será introduzido pela primeira vez no oitavo e no nono episódio da segunda temporada de Arrow, que começa em 9 de outubro nos EUA. Esses dois episódios se passarão em Starling City. “É como apresentaremos o personagem antes de a vida ficar ligeiramente mais rápida”, disse o produtor-executivo Andrew Kreisberg.

Depois, no episódio 20, que servirá para apresentar a série do Flash (e quando ele provavelmente ganhará seus poderes), conheceremos o cenário e os personagens de suas aventuras.

“Quando conhecemos Barry Allen, ele é só um legista forense de Central City, um cara normal”, disse Andrew Kreisberg. “Parte da diversão é ver como Arrow se adapta ao legado do Flash. Parte será familiar em relação ao Universo DC, parte soará diferente. É o mesmo enfoque que usamos em Arrow.”

A origem clássica do personagem, com o acidente que dá a Barry seus poderes, será mantido. “Ele consegue seus poderes por acidente. Não é um deus, nem um alien. A reação dele a isso é bem humana e realista”, diz Kreisberg. “Estamos também explorando uma história pessoal para Barry, a vida dele trabalhando para a polícia forense e as pessoas que o cercam, as tragédias e como ele lida com essas pessoas, de uma forma bem diferente de Oliver Queen”, emenda o produtor Geoff Johns.“Ele é um policial forense, age de acordo com a lei e as regras. Não é um vigilante, e não será só um borrão de um lado ao outro.”

Sobre o visual, Johns e Kreisberg dizem que manterão a imagem clássica, e buscam um ator que tenha as características do Barry Allen que todos conhecem.

Arrow seria o campo de testes  para a aparição de heróis que não foram para os cinemas recentemente, como o Aquaman e a Mulher-Maravilha, além de outros membros da Liga da Justiça, principalmente com a suspensão de Amazon, série da Mulher Maravilha, considerada difícil de adaptar para a TV.

Flash terá roteiro de Berlanti, Kreisberg e Geoff Johns. Nutter, que dirigiu o piloto do programa do Arqueiro Verde, ficará a cargo do piloto da nova série.

Série do Flash de 1990:

PaperFreak da semana - Flash