A Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo realiza a 1ª edição do Festival de Direitos Humanos “Cidadania nas Ruas”, que acontece de 7 a 15 de dezembro, semana em que é celebrado o Dia Internacional dos Direito Humanos. A capital paulista vai vivenciar nesse período todos os tipos de manifestações artísticas, promovendo a democratização e o acesso a diversas atividades como, shows, festivais, debates, oficinas culturais, teatro de rua, exibição de filmes, exposições entre outras atrações.

 As atividades acontecerão simultaneamente em diferentes pontos da cidade. Todas as regiões da Zona Norte à Zona Sul, da Zona Leste à Zona Oeste e também no Centro de São Paulo receberão a programação do “Cidadania Nas Ruas”.

 Entre as várias atrações do evento está a “Galeria de Fotografia de Rua na Rua” – que faz parte de uma exposição urbana de Fotografias de Rua a Céu Aberto. Serão apresentadas imagens que representam os artigos da Declaração Universal de Direitos Humanos. Ela acontece nas colunas do Minhocão, entre as estações Marechal Deodoro e Santa Cecília do Metrô.

  No dia 07/12, às 15h, na Praça Patriarca, acontecerá a Abertura Oficial do Festival de Direitos Humanos “Cidadania nas Ruas” com uma roda de conversa com a cineasta Tata  Amaral sobre as intervenções audiovisuais “RUA!”. O projeto retrata, por meio de minidocumentários, as mais variadas intervenções urbanas na cidade, desde as ocupações verdes à luta pela Memória e a Verdade, passando pelo teatro de rua e o grafite. Os curtas serão exibidos durante todo o festival em diversos lugares de São Paulo.

 O Festival também promoverá o “Circuito Juventude nas Ruas” nos espaços públicos das regiões da periferia, onde acontecerão campeonatos esportivos, shows, batalha de MCs, grafite, skate, basquete de rua, oficina de pipas, xilogravura, cordel e dança de salão, entre outras. Todas as atividades contam com a parceria de grupos, movimentos, artistas e coletivos dos territórios da cidade.

 Democratizar o acesso à arte e reafirmar o direito da cidade para toda a população é um dos objetivos do “Cidadania nas Ruas”.  Por isso, a “Exposição População de Rua mostra telas que foram produzidas entre artistas plásticos, com pessoas em situação de rua, durante o #DiálogoSPDH/PopRua,  realizado na Praça da Sé neste ano. No local, também serão exibidas as fotografias do primeiro albergue noturno da cidade de São Paulo, datadas de 1957.

  Ainda, no dia 09/12, a Biblioteca Mário de Andrade fará a inauguração da sala ONU, que reúne diversos documentos sobre Direitos Humanos, de 1958 até a época atual. Apenas 7 lugares do mundo têm essa documentação, que será aberta ao público e disponibilizada para pesquisadores.

 O longa Tatuagem, de Hilton Lacerda, vencedor do melhor filme no Festival de Gramado 2013, terá uma sessão especial gratuita no “Cine Direitos Humanos” no dia  07/12 (sábado) às 11h, no Espaço Itaú de Cinema (Shopping Frei Caneca). Nodia 14/12, às 11h, o “Cine Direitos Humanos” exibirá “Mataram meu irmão”, de Cristiano Burlan.    

 O cinema independente também estará presente no Cidadania nas Ruas” com o 6º Entretodos – Festival de Curtas de Direitos Humanos, que acontece de 9 a 13 de dezembro em mais de 40 pontos de cultura e educação espalhados por toda a cidade. Serão exibidos 34 curtas-metragens selecionados entre mais de 300 inscritos. Confira a programa completa e os locais de exibição no site: www.entretodos.com.br.

  No dia 10 de dezembro, às 18h, no auditório do Ibirapuera, acontecerá a entrega do “Prêmio de Educação em Direitos Humanos 2013”. O Prêmio será entregue para professores e escolas da rede pública em reconhecimento às iniciativas que fomentam uma cultura de direitos humanos na rede municipal de ensino. No evento ainda haverá uma homenagem a D. Paulo Evaristo Arns.

  Para complementar as atividades do dia 10, acontecerá a Intervenção urbana Lembrar é resistir! Memória, Verdade e Justiça em frente ao prédio da 36ª Delegacia – onde ficava o antigo prédio do DOI-CODI (Rua Tutóia, 921) com leitura de textos censurados e homenagem aos torturados pela Ditadura Militar.

  O grupo “Liberdade é pouco” fará nos dias 11, 12 e 13 de dezembro, à partir das 19h, intervenções teatrais ao ar livre em via pública, com cenas desenvolvidas a partir do texto “Liberdade Liberdade”, de Millôr Fernandes e Flávio  Rangel, censurado pela ditadura militar. As apresentações sairão dos balcões do Theatro Municipal com cortejo até o Vale do Anhangabaú.

 O filme “Cidade Cinza” de Guilherme Valiengo e Marcelo Mesquita será exibido dia 11/12, às 19h, no CCJ (Cento Cultural da Juventude).  O documentário acompanha a repintura de um enorme mural feita pelos Gêmeos, Nunca e Nina – artistas famosos no mundo todo por seu estilo de grafite. Após a exibição haverá debate sobre “arte e urbanismo” com o urbanista e vereador, Nabil Bonduki e Julio Dojcsar, grafiteiro, cenógrafo e integrante do coletivo Casadalapa e da Frente 3 de fevereiro.

 “Os Mulheres nas Ruas: Cidadania se constrói com igualdade” traz no dia 11/12 uma programação com mini palestras, conversas com militantes feministas, distribuição de manifesto sobre a questão da mulher nos espaços da cidade e seus direitos. O evento acontece das 9 às 13h no Hospital do Jabaquara, e das 17h às 19h no Terminal Parque D. Pedro.

 Na quinta e sexta-feira (12 e 13/12) acontecerá o Seminário “10 anos do Estatuto do Desarmamento – Avanços e desafios para a redução dos homicídios no Brasil” na Escola de Direito da Faculdade “Getúlio Vargas”. O evento, que também faz parte do “Cidadania nas Ruas 2013”, é organizado pelo Instituto Sou da Paz, Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas e Instituto Igarapé.

  Durante todo o Festival de Direitos Humanos, bonecos confeccionados por moradores de rua, em oficinas ministradas pelos artistas plásticos Helder Oliveira e Wagner de Almeida, serão colocados em lugares públicos da cidade. Essa intervenção quer provocar a população a refletir sobre a realidade de quem está em situação de rua, trazendo à discussão o acesso à cidadania, a questão da invisibilidade, do preconceito e dos estigmas sofridos por esse grupo. 

  O encerramento do “Cidadania nas Ruas”, dia 15/12, será marcado por um grande show de Caetano Veloso com Emicida e Rael,  Ellen Oleria com Flora Matos, Tom Zé com Márcia Castro, e Baby do Brasil, celebrando a Declaração Universal do Direitos Humanos, da ONU com artistas que representam várias partes do país.

 

festivaldh_interna(1)

 Festival de Direitos Humanos – “Cidadania nas Ruas 2013”

De 07 a 15 de dezembro em 60 pontos diferentes da capital paulista

ENTRADA GRATUITA EM TODOS OS EVENTOS

Programação completa no site: www.direitoshumanos.prefeitura.sp.gov.br

 

 

PROGRAMAÇÃO

 

 

Dia 07/12 – Sábado

 

Abertura Oficial do Festival de Direitos Humanos 2013: Cidadania nas Ruas:

 

inauguração do espaço “Cidadania nas Ruas”, na Praça do Patriarca, que durante toda a semana

 

reunirá informações atualizadas sobre o Festival e a programação completa. A abertura contará

 

com uma roda de conversa com a cineasta Tata Amaral sobre as intervenções audiovisuais

 

“RUA!”.

 

Data: 7/12, às 15h

 

Local: Praça do Patriarca

 

 

 

Exposição PopRua: mostra de telas que foram produzidas entre artistas plásticos, com a

 

intervenção de pessoas em situação de rua, durante o #DiálogoSPDH/PopRua, realizado na

 

Praça da Sé, no dia 19 de agosto deste ano. No local, também serão exibidas as fotografias do

 

primeiro albergue noturno da cidade de São Paulo, datadas de 1957, encontradas pelo

 

historiador João Gomes.

 

Data: de 7 a 13 de dezembro, das 9h às 21h

 

Local: Galeria Prestes Maia – Praça do Patriarca, s/n

 

 

 

– Galeria de Fotografia de Rua na Rua: a “Galeria de Fotografia de Rua na Rua” faz parte de

 

uma intervenção urbana de Fotografias de Rua a Céu Aberto. Serão apresentadas imagens que

 

representam os artigos da Declaração Universal de Direitos Humanos da ONU. A exibição

 

dessas imagens no espaço público e não em uma galeria de arte fechada, além de democratizar o

 

acesso à fotografia, promove a ressignificação do espaço público, reafirmando o direito à cidade

 

e trazendo para as ruas o debate sobre os direitos humanos.

 

 

 

Data: de 7 a 15 de dezembro

 

Local: colunas do Minhocão entre as estações Marechal Deodoro e Santa Cecília do Metrô.

 

 

 

– Cine Direitos Humanos: exibição do filme “Tatuagem”, do Diretor Hilton Lacerda, conta o

 

romance entre um soldado de dezoito anos e um agitador cultural, dono de um cabaré

 

anarquista. Vencedor do Festival de Gramado 2013, como melhor Filme, o longa mostra um

 

grupo de artistas no nordeste provocando o poder e a moral estabelecida com os seus

 

espetáculos e interferências públicas.

 

Data: 7/12, às 11h

 

Local: Shopping Frei Caneca – R. Frei Caneca, 569 – Consolação

 

 

 

– Circuito Juventude nas Ruas: diversas intervenções em parceria com grupos, movimentos,

 

artistas e coletivos dos territórios da cidade, que acontecerão em espaços públicos nas regiões da

 

periferia. Entre as ações estão: oficinas artísticas, campeonatos esportivos, shows, batalha de

 

MCs, grafite, skate, basquete de rua, oficina de pipas, xilogravura, cordel e dança de salão etc.

 

Data: de 7 a 14 de dezembro

 

Locais: Confira os horários, locais e as respectivas atividades em:

 

direitoshumanos.prefeitura.sp.gov.br

 

 

 

Intervenções Audiovisuais “RUA!”: exibição de mini documentários, do Projeto “A Rua!”

 

da cineasta Tata Amaral, retratando as mais variadas intervenções urbanas na cidade, desde as

 

ocupações verdes, à luta pelo direito à memória e à verdade, passando pelo teatro de rua e o

 

grafite. Os curtas serão exibidos antes e durante as festividades, nas ruas.

 

Data: de 7 a 13 de dezembro

 

Locais: Consulte a lista das pílulas, com os locais e horários de exibição no site:

 

direitoshumanos.prefeitura.sp.gov.br

 

 

 

Dia 9/12 – Segunda- feira

 

 

 

– Intervenção Artística “Eu existo”: durante todo o Festival de Direitos Humanos, bonecos

 

confeccionados por pessoas em situação de rua em oficinas ministradas pelos artistas plásticos

 

Helder Oliveira e Wagner de Almeida serão expostos em diversos lugares públicos da cidade. O

 

objetivo dessa intervenção é convidar a população da cidade a refletir sobre a realidade de quem

 

vive na rua, trazendo à discussão o acesso à cidadania, a invisibilidade, o preconceito e os

 

estigmas sofridos por esse grupo.

 

Data: de 9 a 13 de dezembro

 

Locais: em diferentes locais da cidade – Acompanhe o roteiro pelo Facebook: fb.com/smdhc

 

 

 

– Inauguração da Sala ONU: a Biblioteca Mário de Andrade inaugurará a Sala ONU, que

 

reúne diversos documentos sobre Direitos Humanos, de 1958 até a época atual. Apenas sete

 

lugares do mundo possuem documentação semelhante. A Sala ONU será aberta ao público e seu

 

acervo estará disponível a pesquisadores.

 

Data: 9/12, às 19h

 

Local: Praça Dom José Gaspar, Rua da Consolação, s/n

 

 

 

Atividades autogestionadas pela sociedade civil

 

 

 

Direitos Humanos na Praça: Parceria entre o Centro Santo Dias de Direitos Humanos da

 

Arquidiocese de São Paulo e o Projeto O Autor na Praça, serão feitas intervenções e

 

apresentações sobre o tema drogadição e a luta antimanicomial.

 

Data: 7/12, das 14h às 19h

 

Local: Praça Benedito Calixto, Pinheiros

 

 

 

– 6º. Entretodos – Festival de Curtas-metragens em Direitos Humanos: o “Festival

 

Entretodos” é um festival de cinema independente, que apresenta curtas metragens relacionados

 

às temáticas dos Direitos Humanos. Serão exibidos 32 curtas metragens, selecionados entre os

 

cerca de 500 inscritos, em 46 pontos espalhados por toda a cidade. Os filmes serão premiados a

 

partir da votação de um júri e da votação do público.

 

Data: de 9 a 13 de dezembro

 

Locais: confira a programação completa e os locais de exibição no site:

 

http://www.entretodos.com.br/

 

 

 

Dia 10/12 – Terça-feira

 

 

 

– Entrega do Prêmio de Educação em Direitos Humanos 2013: o Prêmio será entregue a

 

professores e escolas da rede pública em reconhecimento às iniciativas que fomentam uma

 

cultura de direitos humanos na rede municipal de ensino. O júri é composto por grandes

 

referências em direitos humanos, como Flávia Schiling, Paulo Vanucchi, Kabengele Munanga,

 

Olívio Jecupé, Maria Victória Benevides, Margarida Genevois, Professor Fernando Almeida.

 

No evento haverá uma homenagem a D. Paulo Evaristo Arns.

 

Data: 10/12, às 18h

 

Local: Auditório do Parque Ibirapuera

 

 

 

Dia 11/12 – Quarta-feira

 

 

 

– Peça de Teatro “Liberdade é pouco”: apresentação de 3 intervenções teatrais ao ar livre com

 

cenas desenvolvidas a partir do texto “Liberdade Liberdade”, de Millôr Fernandes e Flávio

 

Rangel, censurado pela ditadura militar. Adaptação livre do texto proibido realizada por

 

Dorberto Carvalho e peça dirigida por Rudifran Pompeu. “Liberdade Liberdade” foi encenada

 

em 1965, no Rio de Janeiro, pelo Grupo Opinião e Teatro de Arena, de São Paulo.

 

Datas: de 11 a 13 de dezembro, às 19h

 

 

 

Locais: escadarias do Teatro Municipal com cortejo até o Vale do Anhagabaú

 

Cidade Cinza: exibição do filme “Cidade Cinza”, seguida de debate sobre arte e urbanismo,

 

com Nabil Bonduki, urbanista e vereador, e Julio Dojcsar, grafiteiro, cenógrafo e integrante do

 

coletivo Casadalapa e da Frente 3 de fevereiro.

 

Data: 11/12, às 19h

 

 

 

Atividades autogestionadas pela sociedade civil

 

 

 

Cidade e informação: atividade realizada pela ONG Ação Educativa e pelo Artigo XIX,

 

com o objetivo de levar a um público amplo informações sobre o direito à informação, à

 

participação e ao controle social no Brasil. Será realizada uma oficina para orientar a

 

população como fazer pedidos de acesso à informação em diferentes órgãos públicos.

 

Data: 9/12, das 19h às 22h

 

Local: Ação Educativa, Rua General Jardim, 660 – Vila Buarque

 

 

 

Atividades autogestionadas pela sociedade civil

 

 

 

Lembrar é resistir! Memória, Verdade e Justiça: intervenção urbana em frente ao

 

prédio da 36ª Delegacia, no Paraíso, onde ficava o antigo prédio do DOI-CODI (Rua Tutóia,

 

921) com leitura de textos censurados e homenagem aos torturados pela Ditadura Militar.

 

Data: 10/12, às 14h

 

Local: Rua Tutóia, 921

 

Local: Centro Cultural da Juventude – Espaço Sarau, Avenida Deputado Emilio Carlos , 3641-

 

Vila Nova Cachoeirinha

 

 

 

Dia 12/12 – Quinta-feira

 

 

 

– Ciclo de Debates “Direitos Humanos e a Cidade”: inauguração da série de debates que

 

acontecerão ao longo de 2014 com vistas a promover o diálogo e a reflexão sobre os direitos

 

humanos e ações transversais de políticas públicas. Nesta mesa será debatido o tema do Direito

 

à Cidade, com os Secretários Rogério Sottili e Fernando Melo e o convidado especial Ladislau

 

Dowbor.

 

Data: 12/12, das 19h às 21h

 

Local: Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho (Metrô Vergueiro)

 

Dia 13/12 – Sexta-feira

 

 

 

– Premiação do Festival Entretodos: a premiação do Festival de curtas-metrangens sobre

 

Direitos Humanos acontecerá no Centro de Formação Cultural da Cidade Tiradentes.

 

Data: 13/12, às 16h

 

Local: Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes

 

 

 

Atividades autogestionadas pela sociedade civil

 

 

 

– Mulheres nas Ruas: Cidadania se constrói com igualdade: programação de mini palestras

 

e conversas com militantes feministas, distribuição de manifesto sobre a questão da mulher

 

nos espaços da cidade e seus direitos.

 

Data: 11/12, Parte 1, das 9h às 16h; Parte 2, das 17h às 19h.

 

Local: Parte 1: Hospital do Jabaquara, Av. Francisco de Paula Quintanilha Eibeiro nº 860

 

Parte 2: Local: Terminal Parque D. Pedro II (Av. do Estado, s/n)

 

 

 

Atividades autogestionadas pela sociedade civil

 

 

 

– Seminário de 10 anos do Estatuto do Desarmamento – Avanços e desafios para a

 

redução dos homicídios no Brasil. Organização: Instituto Sou da Paz, Escola de Direito da

 

Fundação Getúlio Vargas e Instituto Igarapé

 

Data: 12/12, das 14h às 18h e 13/12, das 9h às 17h

 

Local: Escola de Direito da FGV, Rua Rocha, 233, Bela Vista

 

 

 

– Ação Educativa, os Direitos Humanos e a Cidade: lançamento de publicações sobre a

 

cidade de São Paulo.

 

Data: 12/12, das 14h às 18h

 

Local: “Praça na Praça”, na Praça do Patriarca

 

Data: 13/12, das 9h às 17h

 

Local: Escola de Direito da FGV, Rua Rocha, 233, Bela Vista

 

 

 

Dia 14/12 – Sábado

 

 

 

– Cine Direitos Humanos: exibição do filme “Mataram meu irmão”, do diretor Cristiano

 

Burlan. O filme conta a história do irmão do diretor que foi assassinado com sete tiros há 12

 

anos. O cineasta relata os fatos, investigando o envolvimento do irmão com as drogas e compõe

 

um retrato da violência que domina os bairros do subúrbio de São Paulo.

 

Data: 14/12, às 11h

 

Local: Shopping Frei Caneca – R. Frei Caneca, 569 – Consolação

 

 

 

Dia 15/12 – Domingo

 

 

 

– Show “Cidadania nas Ruas”: show a ser realizado na área externa do Auditório do Parque

 

Ibirapuera para encerrar o Festival de Direitos Humanos, que promoverá encontros entre artistas

 

paulistanos e de outras cidades do país de diversas “tribos”, para celebrar a Declaração

 

Universal do Direitos Humanos da ONU. Com a participação de Ellen Oleria com Flora Matos,

 

Tom Zé com Márcia Castro, Baby do Brasil com Tulipa Ruiz e Caetano Veloso com Emicida e

 

Rael.

 

Data: 15/12, das 16h às 19h30

 

Local: Parque do Ibirapuera (Portão 3) – em frente à área externa do auditório