O ato de colecionar algo é a paixão de muitas pessoas. figurinhas, carrinhos, bonecas, revistas, tudo que chamar a atenção do colecionador apaixonado. Para Chris Weir, um rapaz de 38 anos de Middletown, Delaware, é o Batman. Histórias em quadrinhos, figuras de ação e cartazes seriam essenciais para qualquer coleções de super-heróis, mas para Chris Weir não seria suficiente.

Além de colecionar objetos de seu herói, Weir construiu uma réplica da Batcaverna no seu porão, que só podem ser acessadas da mesma forma que Bruce Wayne chega até sua caverna na clássica série dos anos 60, estrelada por Adam West.

O rapaz de 38 anos gastou R$ 240 mil na modificação do seu porão. Nele, além de vários objetos que fazem referência ao personagem, Weir mandou instalar uma enorme tela de 100 polegadas, algumas poltronas e um complexo sistema de som.

Chris Weir

Chris Weir

Chris foi meticuloso e detalhista no projeto, chegando até a instalar uma réplica do busto de William Shakespeare, que era a “chave” para a passagem secreta da Batcaverna na série e TV.

Na versão de Weir, o busto ao ser aberto revela um botão vermelho escondido, que ativa uma porta secreta em uma vitrine para a sua figura favorita do Batman.

Na sua caverna, além do completo equipamento de vídeo e vários colecionáveis do Homem Morcego, Weir tem o uniforme completo usado pelo Batman nos filmes Christopher Nolan.

Um cinema dentro da caverna com uma enorme tela de TV de 100 polegadas onde Chris e sua família, a esposa Joanna, de 36 anos, e os filhos Zachary, 9 e Daniel, 13, assistem filmes do Batman, espetáculos e desenhos animados. Há também assentos de cinema para convidados, futebol de mesa, e até mesmo um bar em funcionamento.

“Eu queria que a caverna fosse algo funcional, algo que o próprio Batman teria, mas é tudo para fins de entretenimento.” Disse Chris.

Ter uma Batcaverna era tão importante para Chris, que ao comprar uma casa, o fator decisivo foi o fato de ter um porão com espaço para a sua Batcaverna.

A paixão Chris pelo Batman começou três anos de idade, quando ele brincou de “Batman e Robin” em seu quintal com seu tio.

No decorrer de sua infância, sua mãe lhe comprou os bonecos dos personagens de história em quadrinhos do Batman e o Batmóvel.

Quando chegou aos 14 anos de idade, ele comprou sua primeira história em quadrinhos, “The Legends of The Dark Knight”, e pagou por uma assinatura mensal usando dinheiro do seu próprio bolso.

Ele mesmo produziu vários desenhos de seu combatente do crime favorito para a sua aula de arte do ensino médio, alguns dos quais ele ainda tem enquadrado hoje.

Agora, sua coleção cresceu para mais de 1.000 graphic novels, 200 livros, cartazes e bonecos.

A coleção de Chris, coletados ao longo de sua vida, atingem o valor de US $ 20.000, e a própria Batcaverna, em torno de US $ 100.000.

fa-do-batman-constroi-replica-da-batcaverna-em-casa (11)

“Eu comecei a comprar produtos eletrônicos para colocar na Batcaverna, e no final, quando a sala estava quase terminada”, disse Chris. “Foi quando minha esposa começou a fazer perguntas sobre o custo.”

Antes disso, Joanna, sua esposa, não sabia o quanto a Batcaverna estava custando. Mas agora ela adora relaxar na caverna com Chris e seus filhos.

A sala de cinema na Batcaverna

A sala de cinema na Batcaverna

“Meu pai tem um hobby  incrível, porque eu tenho que ter uma Batcaverna em minha casa”, acrescentou Zachary, o filho mais novo de Weir.