De 29 de novembro a 02 de dezembro será realizada em São Paulo a 5° edição do ENTRETODOS – Festival de curtas de Direitos Humanos. Este ano o festival acontece em diversos pontos culturais e espaços de 23 regiões da capital paulista como: São Miguel, Itaquera, Ermelino Matarazzo, Aricanduva, Pinheiros, Lapa, Cidade Tiradentes, Perus, M’boi Mirim, Santana/ Tucuruvi, Jabaquara, Itaim Paulista, Casa Verde, Vila Guilherme, Parelheiros, Sé, Vila Prudente, Freguesia/ Brasilândia, Mooca, Ipiranga, Pirituba e Butantã.

 Com curadoria de Manuela Sobral e Jorge Grinspum, o ENTRETODOS exibe mais de 31 curtas de diferentes formatos, incluindo vídeos feitos por celular, dos quais 26 estão em competição. Dividido nos programas “Mostra Infantil”, “EntreTodos Especial”, “Espaços”, “Códigos”, “Paralelos”, “Diálogos” e “Atalhos”, os filmes mostram a amplitude do tema direitos humanos, abordando questões como a migração, homossexualidade, espiritualidade, habitação, entre outras.

 O Júri, formado pelo cineasta Hector Babenco, a escritora e roteirista Beatriz Bracher, a cineasta Julia Murat, o jornalista Ubiratan Brasil, o diretor executivo da Buriti Filmes Marcos Barreto, o poeta e agitador cultural Binho,  o representante da Unesco, Fábio Eon e a socióloga Vera Cardim, vai selecionar o melhor curta, melhor roteiro, melhor diretor e  prêmio Visão Social O público também poderá votar nos curtas preferidos no final das sessões.

 Todo o ano o ENTRETODOS chama artistas diferentes para confeccionar os troféus entregues aos premiados. Em 2012, os artistas plásticos e músicos Raul Zito, Pique e o artista Hideki irão produzir troféus sonoros. Eles serão feitos de madeira, lata, tecidos e minicircuitos eletrônicos de lata, que funcionam como autofalantes, pegam rádio e tocam mp3. Com uma entrada e saída P2, os troféus podem ser conectados ao ipod ou mp3 player para reproduzir sons.

Ao longo dos 3 dias de festival serão realizados mais de 20 debates e bate-papos que contam com a participação de nomes como a jornalista Barbar Gancia, a especialista da Comissão de Direitos Humanos, Laura Mascar, a especialista da Global Commision for Drugs Rebeca Lerner, o representante da ACNUR (Alto Comissariado das nações Unidas para Refugiados), Gabriel Gualano de Godoy, os diretores de curtas Cecília Engels e Daniel Lisboa, o psicólogo Alexandre Trinca, o Cacique Timóteo , entre outros.

 Na programação das atividades paralelas o ENTRETODOS promoverá ainda diversas oficinas, entre elas está a de vídeos e produção de curtas com o diretor Anderson Cardoso, nos de 29/11 a 01/12 no CEU Formosa.  Também haverá uma intervenção de grafite com o tema Juventude e Direitos Humanos, no dia 01 de dezembro às 10h no viaduto da Praça Inácia Dias, em Perus – Zona Oeste.

O espaço Matilha Cultural, além de exibir os curtas, receberá uma programação especial de longas seguida de debates com os diretores. Serão exibidos “Quebrando o Tabu” de Fernando Grostein, “Do Luto à Luta” de Evaldo Mocarzel,   “Mariguella” de Isa Grispum Ferraz, “Pixote – a lei dos mais fracos” de Hector Babenco, “Cortina de Fumaça” de Rodrigo Mc Niven e “DMT – A Molécula do Espírito” de Mitch Schultz.

 Segundo a curadora Manuela Sobral, ao todo o festival contará com mais de 80 projeções e atividades diversas. “A idéia é que todos possam ir ao cinema e participar das atividades culturais, promovidas pelo ENTRETODOS, sem ter que usar carro ou pegar transporte público”, observa.

 O evento, que visa descentralizar a informação e privilegiar o debate e reflexão sobre as questões relacionadas aos Direitos Humanos conta ainda com roda de histórias em volta da fogueira com o índio guarani Olivio, saraus, intervenções teatrais, exposições, apresentação de grupo de danças locais, shows musicais, oficinas de oficinas de decoupagem, desenhos artísticos, grafitagem, storyboards, stop motion, foto na lata, maquiagem para cinema, entre outras atividades.

  Para encerrar o festival, no dia 03/12 às 20h no Cinema na Laje da Cooperifa, no Jardim São Luís, acontece uma sessão com os filmes premiados e debate com os diretores vencedores, além da exibição do curta “Palavra”, de Manu Sobral, filmado na Balada Literária.

 O ENTRETODOS 5 – Festival de curtas metragens de Direitos Humanos é realizado pela Comissão Municipal de Direitos Humanos de São Paulo (CMDH) e a Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP) em parceria com os Núcleos de Direitos Humanos das Subprefeituras SP, UNICEF, UNESCO, Imprensa Oficial e Estate produções. Veja a programação completa no site: www.entretodos.com.br (a partir de 14/11)

 5° edição do ENTRETODOS - Festival de Curtas de Direitos Humanos acontece em SP

ENTRETODOS 5  – Festival de curtas de Direitos Humanos

 

 Quando: 29/11 a 02/12/2012

Mais informações: www.entretodos.com.br