A Disney fechou a compra da Lucasfilm com George Lucas por US$ 4,05 bilhões. A compra, que era sigilosa, foi oficializado nesta terça-feira, e já tem um projeto anunciado: Star Wars – Episódio VII, o próximo capítulo da saga nos cinemas em 2015. Muitos filmes da franquia Star Wars deverão vir depois deste.

Kathleen Kennedy, atual copresidente de conselho do estúdio de George Lucas, será a presidente da Lucasfilm (e produtora-executiva dos filmes) e se reportará ao presidente do conselho da Disney, Alan Horn. Lucas permanece como consultor criativo.

 

Disney se junta ao lado negro da força... 1Kathleen diz que está “começando agora a parte mais divertida do processo, que é encontrar com roteiristas para desenvolver as histórias” desses próximos filmes da saga. “Eu queria ter certeza de que o comando a partir de agora seria meu, e é importante que George Lucas permaneça pelo menos como meu anjo da guarda sentado no meu ombro”, diz a executiva, que já trabalha com Lucas há décadas, como produtora dos filmes de Indiana Jones, mas que até agora não se envolvia na franquia Star Wars.

George Lucas justifica a venda pela necessidade em passar o bastão: “É hora de eu passar Star Wars para uma nova geração de cineastas. Sempre achei que Star Wars viveria além de mim, e eu penso que é importante montar a transição enquanto eu estou vivo. O alcance da Disney vai dar à Lucasfilm a oportunidade de trilhar novos caminhos em cinema, TV, produtos interativos, parques temáticos, produtos ao vivo e outros direto ao consumidor”.

A Lucasfilm tem também Indiana Jones como uma franquia expressiva, mas por enquanto não há nenhum anúncio referente a possíveis novos filmes do arqueólogo. A LucasArts, que cria games, a Industrial Light & Magic e o Skywalker Sound – respectivamente, de efeitos visuais e de efeitos sonoros, entram no pacote e agora são parte da Disney.

Disney se junta ao lado negro da força... 2