O CineSesc , na rua Augusta, em SP, apresenta de 21 de junho a 4 de julho, uma retrospectiva completa de Billy Wilder, um dos maiores diretores da época de ouro em Hollywood, um dos maiores gênios da tela prateada.

Todos os 26 longas do cineasta serão exibidos, incluindo cópias 35 mm e em DCP de clássicos como Pacto de Sangue (1944), Crepúsculo dos Deuses (1950), Sabrina (1954), O Pecado Mora ao Lado (1955), Testemunha de Acusação (1957), Quanto Mais Quente Melhor (1959) e Se Meu Apartamento Falasse (1960).

A mostra também conta com filmes raros, como o primeiro longa do diretor, Semente do Mal, realizado na França em 1935, até seu último trabalho, Amigos, Amigos, Negócios a Parte (1981).

[dt_divider style=”double-gap”/]

CineSesc exibe todos os longas de Billy Wilder

Programação completa:

 

– A Incrível Suzana (The Major and the Minor, EUA, 1942, 100 min, p&b, 35mm)

Dias 28 de junho (19h) e 1º de julho (14h)

– A Montanha dos Sete Abutres (Ace in the Hole, EUA, 1951, 111 min, p&b, 35mm > DCP)

Dias 30 de junho (19h) e 3 de julho (14h)

– A Mundana (A Foreign Affair, EUA, 1948, 116 min, p&b, 35mm)

Dias 23 de junho (21h30) e 2 de julho (16h30)

– A Primeira Página (The Front Page, EUA, 1974, 105 min, cor, 35mm > DCP)

Dias 23 de junho (14h) e 26 de junho (21h30)

– A Valsa do Imperador (The Emperor Waltz, EUA, 1948, 106 min, cor, 35mm > DigiBeta)

Dias 28 de junho (16h30) e 2 de julho (14h)

– A Vida Íntima de Sherlock Holmes (The Private Life of Sherlock Holmes, Reino Unido, 1970, 125 min, cor, 35mm)

Dias 25 de junho (21h30) e 29 de junho (14h00)

– Águia Solitária (The Spirit of St. Louis, EUA, 1957, 135 min, cor, 35mm)

Dias 26 de junho (19h) e 1º de julho (16h30)

– Amigos, Amigos, Negócios a Parte (Buddy Buddy, EUA, 1981, 96 min, cor, 35mm)

Dias 27 de junho (14h) e 1º de julho (19h)

– Avanti…Amantes à Italiana (Avanti!, EUA/Itália, 1972, 140 min, cor, 35mm)

Dias 24 de junho (14h) e 28 junho (21h30)

– Beija-me, Idiota (Kiss Me, Stupid, EUA, 1964, 125 min, p&b, 35mm)

Dias 25 de junho (16h30) e 3 julho (21h30)

– Cinco Covas no Egito (Five Graves to Cairo, EUA, 1943, 96 min, p&b, 35mm > DigiBeta)

Dias 24 de junho (19h) e 28 de junho (14h)

– Crepúsculo dos Deuses (Sunset Blvd., EUA, 1950, 110 min, p&b, 35mm > DCP)

Dias 20 de junho (20h30), 22 de junho(16h30) e 27 de junho (21h30)

– Cupido Não tem Bandeira (One, Two, Three, EUA, 1961, 115 min, p&b, 35mm)

Dias 25 de junho (14h) e 29 de junho (19h)

– Farrapo Humano (The Lost Weekend, EUA, 1945, 101 min, p&b, 35mm > DCP)

Dias 30 de junho (14h) e 4 de julho (14h)

– Fedora (Fedora, Franã/Alemanha, 1978, 116 min, cor, 35mm)

Dias 22 de junho (23h30) e 25 de junho (19h)

– Inferno nº 17 (Stalag 17, EUA, 1953, 120 min, p&b, 35mm > DCP)

Dias 29 de junho (21h30) e 2 de julho (19h)

– Irma la Douce (Irma la Douce, EUA, 1963, 147 min, cor, 35mm > DCP)

Dias 22 de junho (19h) e 3 de julho (16h30)

– O Pecado Mora ao Lado (The Seve Year Itch, EUA, 1955, 105 min, cor, 35mm)

Dias 21de junho (19h), 26 de junho (16h30) e 30 de junho (21h30)

– Pacto de Sangue (Double Indemnity, EUA, 1944, 107 min, p&b, 35mm > DCP)

Dias 23 de junho (19h) e 1º de julho (21h30)

– Quanto Mais Quente Melhor (Some Like It Hot, EUA, 1959, 120 min, p&b, 35mm > DCP)

Dias 22 de junho (21h30), 26 de junho (14h) e 30 de junho (16h30)

– Sabrina (Sabrina, EUA, 1954, 113 min, p&b, 35mm > DCP)

Dias 22 de junho (14h), 24 de junho (16h30) e 3 de junho (19h)

 

– Se Meu Apartamento Falasse (The Apartment, EUA, 1960, 125 min, p&b, 35mm > DCP)

Dias 23 de junho (16h30), 27 de junho (16h30) e 29 de junho (23h30)

– Semente do Mal (Mauvaise graine, França, 1934, 86 min, p&b, 35mm > DCP)

Dias 24 de junho (21h30) e 4 de julho (16h30)

– Testemunha de Acusação (Witness for the Prosecution, EUA, 1957, 116 min, p&b, 35mm)

Dias 21 de junho (21h30) e 29 de junho (16h30)

– Um Amor na Tarde (Love in the Afternoon, EUA, 1957, 130 min, p&b, 35mm)

Dias 21de junho (16h30) e 2 de julho (21h30)

– Uma Loira Por Um Milhão (The Fortune Cookie, EUA, 1966, 125 min, p&b, 35mm)

Dias 21 de junho (14h) e 27 de junho (19h)

 

O CineSESC fica na Rua Augusta, 2.075.

 

Billy Wilder (Sucha, 22 de Junho de 1906 — Beverly Hills, 27 de Março de 2002) foi um realizador de cinema norte-americano.

Sua carreira de roteirista, cineasta e produtor estendeu-se por mais de 50 anos em mais de 60 filmes. Ele é lembrado como um dos mais brilhantes cineastas de sua época em Hollywood e vários de seu filmes foram aclamados tanto pelo público quanto pela crítica.

O diretor nasceu como Samuel Wilder na Galícia, na Polônia, filho de Max Wilder e Eugenia Dittler, ambos judeus. Originalmente pretendia tornar-se advogado, mas quando mudou-se para Viena abandonou a carreira, tornando-se jornalista.

Mais tarde, com a experiência ganha, foi trabalhar num grande tablóide em Berlim, onde iniciou a sua carreira no cinema como roteirista, em 1929. Depois da ascensão de Hitler, em 1933, emigrou para França e, depois, para os Estados Unidos. Sua mãe e avós morreram em Auschwitz.

Apesar de não falar inglês quando chegou em Hollywood, aprendeu rápido o idioma e contou com a ajuda de Peter Lorre para ingressar na indústria cinematográfica estadunidense. Em parceria com Charles Brackett, escreveu clássicos como Ninotchka (1939) e Ball of Fire (1941). A partir de 1942, a dupla começou a fazer filmes, com Brackett produzindo e Wilder na direção. São dessa época clássicos como Double Indemnity (1944), Five Graves to Cairo (1943), The Lost Weekend (1945) (Oscar de melhor filme, direção e roteiro) e Sunset Boulevard (1950) (Oscar de melhor roteiro), após o qual, findou a parceria.

Seus filmes seguintes foram produzidos por ele mesmo, como Ace in the Hole (1951), e as comédias Some Like It Hot (1959) e The Apartment(1960), que lhe rendeu o Oscar de melhor filme e melhor direção. Aposentou-se em 1981.

Billy Wilder morreu de pneumonia em 2002, aos 95 anos de idade, após enfrentar problemas de saúde, incluindo câncer, em Beverly Hills, Los Angeles, e foi sepultado no Westwood Village Memorial Park Cemetery em Westwood, Los Angeles, Califórnia.