O iPhone é um dos mais seguros smartphones existentes, mas mesmo assim, existe riscos de contaminação por vírus ou invasão hacker.

Um grupo de pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Georgia desenvolveu o protótipo de um carregador modificado que pode instalar softwares mal-intencionados em dispositivos com sistema operacional da Apple.

O projeto tem como objetivo mostrar as falhas no smartphone, que serão discutidas durante a conferência sobre segurança da Black Hat, no fim de julho, nos EUA

O “porta vírus” é chamado de Mactans, nome científico da aranha Viuva Negra. Com uma placa onboard que mede aproximadamente 8 cm², o carregador é construído com base em um pequeno computador de código aberto vendido pela companhia Texas Instruments.

O Mactans opera silenciosamente enquanto o aparelho carrega, e em apenas um minuto ele é capaz de instalar um malware mesmo em aparelhos com o software atualizado, e a ameaça é difícil de ser percebida. Não é preciso interferência do usuário nem é necessário que seja um iOS com jailbreak.

Embora o carregador malicioso seja um pouco maior do que um carregador convencional, o que chama um pouco a atenção, os pesquisadores consideram-no uma prévia do que pode ser feito com mais motivação e investimento. Com a apresentação do projeto, é possível que se desenvolva uma correção para o problema de segurança do iPhone e do iPad no futuro.

Carregador criado para instalação de vírus

Carregador criado para instalação de vírus