Calou-se neste domingo, 27/10/2013, uma das maiores vozes de todos os tempos, Lou Reed, cantor, guitarrista e compositor, morreu aos 71. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Em maio de 2013, o cantor recebeu um transplante de fígado e, em julho, foi hospitalizado por conta de uma desidratação severa, o que debilitou sua condição.

Reed nasceu em 2 de março de 1942, em Nova York, no bairro do Brooklyn, em uma família judia de classe média. Sua carreira como músico começou em 1964 como compositor contratado da Pickwick Records.

Nesta gravadora, conheceu o multi-instrumentista John Cale, com quem formou o grupo Primitives. Com a adição do guitarrista Sterling Morrison e da baterista Maureen “Moe” Tucker, a banda foi rebatizada como Velvet Underground. O grupo foi agenciado por Andy Warhol, e marcava presença nos eventos multimídia do artista.

Foi o artista multimídia quem convenceu a banda a usar a modelo/atriz Nico nos vocais, com o primeiro álbum da banda, intitulado The Velvet Underground & Nico, sendo lançado em 1967. Apesar do indiscutível impacto na história da música, The Velvet Underground & Nico foi um fracasso de vendas, tendo comercializado 30 mil cópias ao longo de cinco anos.

Em 1972, Reed deu início a sua carreira solo. O primeiro álbum, Lou Reed, consistia em novas versões de músicas do Velvet Underground e contava com participações de Rick Wakeman e Steve Howe. No mesmo ano, o músico lançou Transformer, com produção de David Bowie. Foi o primeiro sucesso de Reed, com “Walk on the Wild Side” estourando nas rádios e levando o disco ao TOP 40 da Billboard. “Satellite of Love” e “Perfect Day” também se tornaram conhecidas do público e o músico foi elevado ao mainstream.

Logo depois, Reed lançou Berlin (1973) e Sally Can’t Dance (1974). O último, um dos seus maiores sucessos comerciais, foi rejeitado pelo próprio músico: “Quanto pior eu fico, mais eu vendo. Se eu não estiver no próximo álbum provavelmente chegará ao primeiro lugar”, declarou na época. Querendo se afastar do rock comercial, lançou o duplo Metal Machine Music (1975), sem canções, melodias ou instrumentação tradicional, sendo que o último lado do LP foi elaborado para repetir os segundos finais em um loop infinito. No mesmo ano, lançou Coney Island Baby, se voltando para algo mais convencional e conseguindo um sucesso moderado de vendas.

Em 1987, depois da morte de Warhol, Reed e Cale se reconciliaram para criar o álbum tributo Songs for Drella (1990), o que levou a uma reunião do Velvet Underground em 1993. A banda tocaria pela última vez em 1996, no show que marcou a sua entrada no Rock and Roll Hall of Fame.

Lançado em 2011, Lulu, colaboração do músico com o Metallica e seu último álbum de estúdio, se tornou o seu maior sucesso de vendas desde 1974.

cala-se-uma-das-grandes-vozes-da-humanidade-morre-lou-reed (1)

Discografia

Com The Velvet Underground:

    The Velvet Underground and Nico (1967)

    White Light/White Heat (1968)

    The Velvet Underground (1969)

    Loaded (1970)

    Live at Max’s Kansas City (1972, gravado em 1970)

    1969: The Velvet Underground Live (1974, gravado em 1969)

    VU (1985, gravado entre 1968-1969)

    Another View (1986, gravado entre 1967-1969)

    Live MCMXCIII (1993)

    Peel Slowly and See (boxset de 1995 box set, gravado entre 1965-1970)

    Bootleg Series Volume 1: The Quine Tapes (2001, gravado ao vivo em 1969)

    The Very Best of the Velvet Underground (2003, gravado entre 1966-1970)

 

Solo

Álbuns de estúdio

    1972 – Lou Reed

    1972 – Transformer

    1973 – Berlin

    1974 – Sally Can’t Dance

    1975 – Metal Machine Music

    1976 – Coney Island Baby

    1976 – Rock ‘n’ Roll Heart

    1978 – Street Hassle

    1979 – The Bells

    1980 – Growing Up in Public

    1982 – The Blue Mask

    1983 – Legendary Hearts

    1984 – New Sensations

    1986 – Mistrial

    1989 – New York

    1992 – Magic and Loss

    1996 – Set the Twilight Reeling

    2000 – Ecstacy

    2003 – The Raven

 

Álbuns ao vivo

    1974 – Rock ‘n’ Roll Animal

    1975 – Lou Reed Live

    1978 – Live: Take No Prisoners

    1984 – Live in Italy

    1997 – Live in Concert

    1998 – Perfect Night: Live in London

    2001 – American Poet

    2004 – Animal Serenade

Colaborações

    1990 – Songs for Drella, com John Cale

    2004 – Le Bataclan ’72, com John Cale e Nico

    2007 – Tranquilize, com The Killers

    2010 – Some Kind Of Nature, com Gorillaz

    2011 – Lulu, com Metallica

    2012 – The Wanderlust, com Metric