Estreia amanhã, 21/05/2015. nos cinemas, a nova versão de Poltergeist, filme de 1982, escrito por Steven Spielberg. O original foi responsável por revitalizar o gênero no cinema e influenciar produções até hoje.

Mas a série de filmes Poltergeist não foi famosa só por isso, mas também fora das telas, devido a uma “maldição”.

“Poltergeist – O fenômeno”, o filme original, teria uma maldição envolvendo o elenco do filme. Ao todo sete atores foram vítimas da tal maldição e todas as vítimas tiveram uma morte violenta ou sofrida:

Dominique Dunne interprete da personagem Dana Freeling, namorava John Thomas Sweeney, um ajudante de cozinha extremamente ciumento que não permitia que ela ficasse perto de seus amigos. Com a fama de Dominique aumentando o ciúme também aumentou, o rapaz chegou a espanca-la por algumas vezes. Sem aguentar mais as agressões Dominique pediu o fim do namoro, John não aceitou, invadiu a casa da namorada e a estrangulou, a atriz ficou em coma por alguns dias e faleceu.

Julian Beck fez o papel do reverendo Henry Kene, morreu em 1985 durante as filmagens da continuação da franquia com câncer no estômago.

Will Sampson, o índio Taylor, morreu pouco depois do lançamento do segundo filme por complicações em uma cirurgia cardíaca em 1987.

Heather O’Rourke a eterna Carol Anne, morreu logo após o fim das filmagens de “Poltergeist III”, com apenas 12 anos de idade. Heather foi diagnosticada com uma infecção intestinal no começo do ano de 1987.

Em 31 de janeiro de 1988 ela amanheceu muito doente, e vomitava com frequência, na manhã seguinte Heather teve um desmaio, seu padrasto chamou os paramédicos, ela sofreu uma parada cardíaca e assim que conseguiram reanimá-la a levaram para o hospital infantil, aonde ela faleceu. Segundo seus pais o diagnóstico estava errado, o que a garota tinha era um bloqueio intestinal que ela possuía desde o seu nascimento. Seus pais obviamente processaram o hospital.

Beatrice Straight a doutora Lesh em “Poltergeist I” morreu aos 86 anos de pneumonia em 2001.
Brian Gibson diretor de “Poltergeist II” morreu em 2004 aos 54 anos vitima de Sarcoma de Ewing (Câncer nos ossos), essa doença é MUITO rara em adultos, geralmente só atingem meninos brancos de 10 a 20 anos.
Geraldine Fitzgerald, a avó de Carol Anne, morreu do mal de Alzheimer em 2005 aos 91 anos.
E a maldição não acaba por aqui, vários fatos estranhos aconteceram:

-Zelda Rubenstein, fez uma sessão de fotos para o filme “Poltergeist III”, em uma dessas fotos apareceu uma luz brilhante obstruindo seu rosto, a própria atriz informou que, no momento em que a foto foi feita, sua mãe faleceu.

-A casa em que o primeiro filme foi gravado foi praticamente destruída com um terremoto no ano de 1994.
-Na macabra cena aonde o ator Oliver Robins era sufocado por um palhaço, algo aconteceu de errado e ele estava realmente sendo sufocado.

-JoBeth Williams contou que quando voltava para a casa depois das filmagens do filme os seus quadros estavam todos tortos, ele os endireitava, entretanto quando voltava das filmagens no dia seguinte os quadros estavam novamente tortos.

-Enquanto o namorado de Dominique Dunne a estrangulava ele colocou para tocar a trilha de “Poltergeist I” no volume máximo para encobrir o barulho.

-Na terceira sequência da franquia, os atores não queriam gravar, pois estavam com medo da maldição, nesta fase cinco pessoas do elenco já haviam falecido.

-A quanta parte da franquia já estava em pós-produção, com a morte de Heather acabou sendo cancelada, 25 anos depois os produtores queriam fazer essa continuação, o papel principal ficaria com a irmã de Heather já que elas eram muito parecidas.

A explicação para a tal maldição é a de que na produção do primeiro filme foram usados esqueletos REAIS, pois sairia mais barato do que comprar esqueletos de plástico. A protagonista, JoBeth Williams mesmo confirmou a tal história.

O filme original aterrorizou muita gente e marcou época, dentro e fora das telas. E você, acredita na maldição de Poltergeist?

Trailer Poltergeist 1982:

 

Poltergeist