42ª Mostra vai exibir 19 filmes pré-indicados ao Oscar de melhor filme estrangeiro

42ª Mostra vai exibir 19 filmes pré-indicados ao Oscar de melhor filme estrangeiro 3

Além dos que vão passar pelo crivo da Academia, programação também conta com os longas que faturaram os maiores prêmios nos festivais de Veneza, Cannes, Berlim, Sundance e Locarno

A seleção de filmes da 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo traz 19 obras indicadas por seus respectivos países para concorrerem a uma vaga no Oscar® 2019:

BrasilO Grande Circo Místico, de Carlos Diegues

PolôniaGuerra Fria, de Pawel Pawlikowski

PortugalPeregrinação, de João Botelho

TurquiaA Árvore dos Frutos Selvagens, de Nuri Bilge Ceylan

IslândiaUma Mulher em Guerra, de Benedikt Erlingsson

Coreia do SulEm Chamas, de Chang-Dong Lee

EslovêniaO Intérprete, de Martin Šulík

JapãoAssunto de Família, de Hirokazu Koreeda

LíbanoCapernaum, de Nadine Labaki

Dinamarca Culpa, de Gustav Möller

RomêniaEu Não Me Importo se Entrarmos para a História como Bárbaros, de Radu Jude

ArgentinaEl Ángel, de Luis Ortega

CambojaTúmulos Sem Nome, de Rithy Pahn

LuxemburgoGutland, de Govinda Van Maele

EgitoYomeddine, de A. B. Shawky

Macedônia O Ingrediente Secreto, de Gjorce Stavreski

TailândiaMalila: A Flor do Adeus, de Anucha Boonyawatana

MéxicoRoma, de Alfonso Cuarón

ÁustriaA Valsa de Waldheim, de Ruth Beckermann

Entre os festivais estrangeiros, a 42ª Mostra, traz filmes premiados em Cannes, como Assunto de Família, de Hirokazu Koreeda, que recebeu a Palma de Ouro, o novo filme de Jean-Luc Godard, Imagem e Palavra, que recebeu a Palma de Ouro Especial, Infiltrado na Klan, de Spike Lee, que recebeu o Grande Prêmio do festival, o longa Guerra Fria, que rendeu a Pawel Pawlikowski o prêmio de melhor diretor, 3 Faces, de Jafar Panahi, que recebeu o prêmio de melhor roteiro, Capernaum, de Nadine Labaki, que levou três prêmios no evento: do júri, do júri ecumênico e de cidadania, a coprodução brasileira e portuguesa, Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, dirigido por Renée Nader Messora e João Salaviza, que recebeu o prêmio do júri na mostra Um Certo Olhar, e Sofia, escolhido como melhor roteiro na mostra Um Certo Olhar.

Há também filmes que se destacaram no Festival de Veneza, como Roma, de Alfonso Cuáron, que recebeu o Leão de Ouro, e encerra a Mostra no dia 31, e A Favorita, de Yorgos Lanthimos, vencedor do Grande Prêmio Especial do Júri e da Copa Volpi de Melhor Atriz para Olivia Colman, que abre a 42ª edição do evento.

O Festival de Berlim também marca presença na Mostra. Não Me Toque, de Adina Pintilie, que recebeu o Urso de Ouro e o prêmio de Melhor Primeiro Filme, O Rosto, de Malgorzata Szumowska, vencedor do Urso de Prata, e A Valsa de Waldheim, de Ruth Beckermann, que recebeu o prêmio de melhor documentário.

Os premiados no Festival de Locarno que estão na 42ª Mostra são: Uma Terra Imaginada, de Yeo Siew Hua, que recebeu o Leopardo de Ouro e o Prêmio Ecumênico do Júri, O Hotel Às Margens do Rio, Prêmio de Melhor Ator para Joo-Bong Ki, Tarde para Morrer Jovem, que rendeu a Dominga Sotomayor Castillo o prêmio de melhor direção, Infiltrado na Klan, de Spike Lee, que recebeu o prêmio do público, e Ray & Liz, que levou o prêmio especial do júri.

Entre os filmes que foram premiados em Sundance estão O Mau Exemplo de Cameron Post, de Desiree Akhavan, que recebeu o Grande Prêmio do Júri de drama, Sobre Pais e Filhos, de Talal Derki, outro Grande Prêmio do Júri, mas na categoria documentário, Isto É Um Lar: Uma História de Refugiados, de Alexandra Shiva, que levou o Prêmio do Público de melhor documentário e Culpa, de Gustav Möller, Prêmio do Público de melhor filme dramático.