2001: Uma Odisseia no Espaço tem exibição especial no Festival de Cannes

/, Cultz, Festival, Notícias/2001: Uma Odisseia no Espaço tem exibição especial no Festival de Cannes

A próxima edição do Festival de Cannes, que começa em 12 de maio, contará com uma programação especial de celebração do 50º aniversário de 2001: Uma Odisseia no Espaço.

Será exibida uma cópia, não restaurada, do longa-metragem em 70mm, e a estreia mundial desta versão do clássico será apresentada pelo diretor Christopher Nolan.

2001: Uma Odisseia no Espaço fará parte do programa Cannes Classics,  contando com a presença de membros da família do diretor e produtor Stanley Kubrick, incluindo sua filha Katharina Kubrick e seu parceiro de produção de longa data, e também cunhado, Jan Harlan.

Desde o lançamento original do título, essa será a primeira vez que o longa-metragem será exibido em 70mm, retirado por meio de novos elementos de impressão feitos a partir do negativo original da câmera. Todo o processo de remasterização da obra contou com a participação de Nolan, que se juntou com uma equipe da Warner Bros. Pictures para realizar o feito.

Esta será também a primeira participação de Nolan no festival, também participando de uma masterclass de Cannes programada para 13 de maio. Para a atração, ele discutirá sua filmografia e sua paixão pelas obras deixadas por Kubrick.

Christiane Kubrick afirmou estar feliz que 2001: Uma Odisseia no Espaçoserá reeditado em 70mm e que Cannes irá honrá-lo. “Se Stanley estivesse vivo hoje, acreditamos que ele estaria admirando os filmes de Christopher Nolan. E assim, em nome da família de Stanley, gostaria de agradecer pessoalmente a Christopher por apoiar o filme”

O diretor de Interstellar, A Origem, Dunkirk e a recente trilogia de filmes do Batman também comentou sobre o acontecimento, dizendo que ainda se lembra de quando assistiu 2001: Uma Odisseia no Espaço no cinema. A experiência foi em 70mm no Leicester Square Theater, em Londres, e Nolan estava acompanhado do pai na ocasião. “A oportunidade de estar envolvido na recriação dessa experiência para uma nova geração e de apresentar a nossa nova cópia não restaurada de 70mm da obra-prima de Kubrick em toda a análoga glória no Festival de Cannes é uma honra e um privilégio”, disse o diretor.

Na história do longa, dois astronautas embarcam em uma viagem até Júpiter com o computador HAL 9000, após a descoberta de um misterioso monólito negro que pode oferecer uma grande evolução para a espécie humana. O thriller de ficção científica arrecadou quase US$ 57 milhões na época em que esteve em exibição nos cinemas.

Com 2001: Uma Odisseia no Espaço, Kubrick ganhou o Oscar de melhores efeitos visuais, e também foi indicado para o prêmio de diretor e de roteiro original, o qual compartilhou com Arthur C. Clarke. O filme também foi considerado “culturalmente, historicamente ou esteticamente significativo” pela Biblioteca do Congresso, em 1991, e foi selecionado para preservação no Registro Nacional de Filmes.

2018-05-08T10:36:39+00:00