Os donos da franquia 007 já disseram que não pretendem lançar filmes do 007 com tecnologia 3D, mas nada impede a 20th Century Fox, que cuida dos lançamentos em DVD e Blu-ray com a MGM, de fazer relançamentos com conversões neste formato.

007 Contra o Satânico Dr. No, o primeiro longa de 007, feito em 1962, pode ser convertido para 3D para um relançamento especial. Uma edição do filme em 3D já aparece disponível para compra na Ásia e o Moviefone, que mostra futuras sessões de cinema nos EUA, tem uma página com um suposto relançamento de Dr. No em IMAX 3D.

A Fox já fez conversões de 3D apenas para home vídeo, caso do filme Eu, Robô, que passou recentemente pelo processo, mas a informação de um relançamento nos cinemas em IMAX 3D é estranho, especialmente porque estilo de filme do Dr. No não parecem propícios para uma conversão, já que não apresenta muita ação e efeitos e conta com mais diálogos.

007 contra o Satânico Dr. No pode ser relançado em 3D nos cinemas

007 Contra o Satânico Dr. No é um filme britânico de espionagem, ação e aventura de 1962, o primeiro longa-metragem da série 007. O filme baseia-se no livro homônimo de Ian Fleming e é protagonizado pelo ator escocês Sean Connery. Foi realizado por Terence Young e produzido por Harry Saltzman e Albert R. Broccoli.

James Bond, um espião ao serviço de Sua Majestade, é enviado à Jamaica para investigar o desparecimento misterioso de um agente britânico. As investigações de Bond vão levá-lo ao Dr. Julius No, um estranho cientista com um plano maléfico de destruir o programa espacial dos Estados Unidos.

O sucesso de Dr. No criou um assombroso número de fãs, e certos aspectos do filme ficaram famosos para sempre, tais como a bebida favorita de James Bond – Vodca Martini, batido, mas não mexido; a famosa frase de apresentação – “O meu nome é Bond… James Bond”; os incríveis equipamentos dos carros (geralmente seu preferido, um Aston Martin) e as eternas Bond girls, neste filme Úrsula Andress, numa famosa cena em que sai do mar com um biquíni branco.