Festival PopPorn traz workshops, filmes e debates sobre sexualidade

/, Cultura, Curiosidades, Evento, Festival/Festival PopPorn traz workshops, filmes e debates sobre sexualidade
8º Festival PopPorn acontece neste fim de semana em São Paulo e traz workshops, filmes e debates sobre sexualidade
O evento multidisciplinar que celebra a cultura erótica terá o tema “Descubra-se”, será realizado no Centro Cultural Rio Verde e terá apoio do Sexlog, maior rede social adulta da América Latina
 O Festival PopPorn chega à sua 8ª edição em 2018 e acontecerá entre os dias 9 e 10 de junho, no Centro Cultural Rio Verde, em São Paulo, e trará o tema “Descubra-se”. Assim como nas edições anteriores, o evento contará com apoio do Sexlog, maior rede social adulta da América Latina.

O evento terá a duração de 72h e celebrará mais uma vez a cultura erótica com diversas atrações e reflexões sobre o tema. Na sua programação, diversos workshops pornôs, 7h de exibição de filmes adultos dirigidos por mulheres e debates sobre sexualidade, pornografia e o espaço da mulher na sociedade. Entre as principais atrações, estão: workshop de Shibari – fetiche da amarração e workshop “Pornô – faça você mesmo”.

Para o Sexlog, é muito significativo apoiar mais uma vez este evento que se destaca por abordar a sexualidade e erotismo de maneira responsável e cultural. “Esta já é a segunda vez que o Sexlog participa do PopPorn. Nos sentimos muitos felizes de colaborar tanto a promover o evento como também na sua programação, trazendo discussões com o objetivo de engajar o público a explorar a sexualidade com liberdade e sem tabus”, afirma Mayumi Sato, diretora de Marketing do Sexlog.

Em oito anos de realização, o Festival PopPorn se tornou referência no mercado erótico e vem se consolidando cada vez mais. Para esta edição, a expectativa é receber mais de mil pessoas nos dois dias de evento.Além disso, a programação foi elaborada visando temas que estão em destaque no cenário atual da sociedade e que impactam diretamente no desenvolvimento sexual dos participantes.

“Este ano, priorizamos uma programação dinâmica, atual, com recortes polêmicos e que precisam ser discutidos para a evolução da sexualidade no Brasil. Além disso, um dos nossos principais objetivos é ajudar o público a ter uma visão mais ampla, resgatando suas origens e refletindo sobre o futuro do sexo, sem tabus.. Queremos que os participantes saiam do evento pensando de forma diferente em relação ao seu próprio corpo, sua sexualidade diante de si mesmo e da sociedade”. Afirma May Medeiros, colaboradora do Festival PopPorn.

Confira abaixo a programação completa do Festival PopPorn 2018:

**DEBATES**

SÁBADO – DIA 9/6

das 13h às 15h

A pornografia oprime ou liberta?

Há quem defenda que a pornografia é fonte de violência, abusos e que está por trás da causa comportamentos sexuais errados. É possível existir uma pornografia capaz de contrariar essa visão? Há também quem goste de pornografia e enxergue nela uma possibilidade de liberar fantasias e ganhar um repertório sexual mais livre e variado. Diante de uma realidade virtual em que o acesso ao pornô gratuito é cada vez mais fácil, discutir essas questões se torna fundamental.

Marie DeClercq | mediadora

com Jorge Leite Jr, André Garcia e Erika Natasha

das 16h às 18h

O que é ser homem na atualidade?

É possível ser macho e ao mesmo tempo não ser um ativo praticante de machismo? Como os homens se sentem diante das mudanças já estabelecidas e em curso sobre a masculinidade? Apontar o machismo se tornou prática comum e as críticas ao feminismo também. A figura do “macho desconstruído” surgiu e vem ganhando forma.Todas essas questões poderão ser debatidas de diferentes pontos de vista, inclusive com experiências pessoais dos participantes e do público.

Carol Parreiras | mediadora

com Amauri Gonzo, Edy – Manual do Homem Moderno, Tulio Augusto Custódio

DOMINGO – DIA 10/6

das 13h às 15h

Construção da feminilidade cis e trans

As vivências de quem sofre com o machismo serão discutidas por mulheres que expressam de formas diferentes seus gêneros e orientações sexuais. O processo de “ser mulher”, seja dado pelo nascimento ou pela transição de gênero, é permeado por etapas e rotinas: elas empoderam ou oprimem? Como lidar com críticas que vêm de todos os lados, muitas vezes de dentro de movimentos que lutam por direitos? As convidadas e o público poderão contar suas experiências e dar opiniões.

Ana Maria Madeira | mediadora

com Bibi Abigail, Ledah, Daiane Novaes

das 16h às 18h

Leis que afetam a pornografia e o sexo

Direito à vida, à morte, às expressões de gênero e ao sexo são regulados pelos que fazem e executam as leis. Mudanças recentes na legislação dos Estados Unidos, consequências de projetos de lei conhecidos como FOSTA-SESTA, que em teoria deveriam dificultar a ação do tráfico sexual, estão afetando negativamente trabalhadores sexuais que usam a internet como meio de divulgação. Muitas dessas pessoas, em sua maioria mulheres, têm nas plataformas digitais opções mais seguras em relação às ruas e aos agenciadores. Como a realidade jurídica brasileira pode responder à onda conservadora? Essas e outras restrições que dificultam a existência de corpos alternativos serão debatidos e trazidos a uma possível futura realidade brasileira.

**FILMES**

DOMINGO – DIA 10/6

14h

Amores Líquidos

Direção: Carolina Albuquerque e Isadora Vieira

Latifúndio

Direção: Erica Sarmet

Melhor Amiga, Pelada e com Medo

Direção: AORTA

As Lésbicas do Lower East Side

Direção: Alyx

Boquete 2017: Tela Dividida

Direção: Charles Lum & Todd Verow

14h55

O Encontro

Direção: MAY (Sexy Hot)

15h45

Chega de Fiu Fiu

Direção: Amanda Kamanchek e Fernanda Frazão

Cidade Queer

Direção: Danila Bustamante

17h35

Landlocked

Direção: Lívia Cheibub

18h30

RODA DE CONVERSA COM DIRETORAS E PRODUTORAS DE CONTEÚDO +18

Danila Bustamante, Erica Sarmet, Lívia Cheibud, May Medeiros, Mayumi Sato e Sue Nhamandu

**WORKSHOPS**

Atividade Paga disponível no link: http://poppornfestival.eventbrite.com

SÁBADO – DIA 9/6

das 13h as 15h

Shibari

Com Toshi San e monitoria da shibarista Engel

O mais antigo e mais popular dos workshops do PopPorn está de volta, venha aprender com Toshi San os primeiros passos para a mais divertida das brincadeiras eróticas: o Shibari. A arte de amarrar o parceiro ou parceira antes, durante ou depois do sexo.

das 15h30 as 17h30

Pornô Faça Você Mesmo – Feito por Mulheres

Com equipe Xplastic

Muito se fala sobre pornô feito por mulheres. Chegou a hora de conhecer na prática como uma grupo de mulheres estão construindo suas histórias em uma parcela do mercado adulto. Esta edição o “Pornô faça você mesmo” será com a equipe da Xplastic. Conhecida por filmes disponíveis no projeto SexyHot Produções do canal de TV pago brasileiro Sexy Hot, na plataforma de filmes Lust, da diretora Erika Lust e na plataforma holandesa de curadoria feminina Dusk TV. Uma equipe exclusivamente feminina mostrando como podemos repensar o pornô.

das 18h às 20h

Negócios digitais e o mercado adulto

Com DreadHot e Alemão, Apis3 Play, Sweetlicious e SexLog

Como a indústria pornô sobrevive nos tempos da internet e do conteúdo gratuito? Para responder essa e outras perguntas vamos conversar com um casal de webstrippers que também atuam no mercado de filmes pornográficos, e com pessoas que trabalham diretamente com negócios digitais e mercado adulto.

>> FLASH TATTOO COM THAMU CANDYLUST

>> ÁREA DE ALIMENTAÇÃO

>> FEIRA PUPIZ – DE PUBLICAÇÕES, PRODUTOS INDEPENDENTES E ZINES

>> LEITURA DE CONTOS ERÓTICOS COM CLARICE FALCÃO

FESTA DE ENCERRAMENTO

SÁBADO

23h30

PopPorn Party (End.: Álvaro de Carvalho, 380 – Centro/SP)

DJs: Victor Miranda, Ledah, Mirands, Duda DelloRusso /// Pista eletrônica: Gezender, Mari Herzer, Rafael Moura

$20 a $40

Serviços – 8º Festival PopPorn
De 9 a 10 de junho de 2018, a partir das 13h.
Centro Cultural Rio Verde – Rua Belmiro Braga, 119 – Vl. Madalena

Entrada gratuita – Proibida para menores de 18 anos
Acompanhe as novidades da programação pelo Facebook
www.facebook.com/poppornfestival e pelo site www.popporn.com.br

Sobre o PopPorn

O PopPorn é um evento multidisciplinar que traz como carro-chefe uma mostra de filmes que usam o sexo como recurso cinematográfico e/ou linguagem ou que têm a sexualidade como tema principal. Fazem parte da programação eventos de arte, apresentações musicais, performances, debates, workshops e festas. O objetivo do evento é aglutinar ideias, trabalhos, projetos, práticas, atividades e, sobretudo, pessoas em torno da sexualidade; transitar entre as fronteiras da indústria do sexo, cultura pop, performance e arte; construir, propor e investigar discursos alternativos aos conceitos tradicionalistas e preconceituosos da pornografia; e finalmente oferecer ao público um ambiente seguro para a exploração de suas fantasias mais íntimas.

2018-06-18T07:58:32+00:00