This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

Teatro da USP celebra Shakespeare com duas montagens

/, Cultz, Dicas, Teatro/Teatro da USP celebra Shakespeare com duas montagens

 

As peças HAMLET e REI LEAR serão apresentadas gratuitamente na capital paulista, a partir de 16 de novembro, em homenagem aos 400 anos de morte do dramaturgo inglês

O Núcleo TUSP de Teatro, ação de extensão universitária do Teatro da USP (TUSP), escolheu obras de William Shakespeare para as montagens de 2017. A escolha não foi por acaso, pois 2016 marcou os 400 anos da morte do dramaturgo conhecido como o Bardo do Avon e considerado o maior escritor inglês e um dos mais influentes do mundo.

O termo ‘bardo’ se refere àqueles que possuíam o dom de transmitir histórias e disso Shakespeare entendia muito bem. Com uma vasta produção literária, deixou 38 peças de teatro dos gêneros tragédia, drama histórico e comédia, além de 154 sonetos, dois poemas narrativos e alguns versos esparsos, estes com autoria ainda indefinida.

Assim como em 2016, quando textos de Brecht foram escolhidos para as montagens, o Núcleo TUSP de Teatro optou este ano por oferecer
novamente um recorte de um autor. A escolha de Shakespeare resultou em recorde de inscritos, no total 440 atores da capital e do interior de São Paulo, além de artistas de Alagoas, Minas Gerais, Rio de Janeiro e
Sergipe, dos quais vinte foram selecionados.

Para René Piazentin, coordenador do Núcleo TUSP e diretor de ambas as peças, as possibilidades oferecidas pelo autor e o caráter intimista das montagens convida o público a um trabalho sem ilusionismos e efeitos, mas de muita proximidade com a cena.

“Shakespeare foi nossa escolha, então, por ser ao mesmo tempo um ‘clássico’ e um autor que abre muitas possibilidades. Especialmente em
se tratando de montagens que ocorrerão na Sala Experimental do TUSP, que pelas dimensões e proximidade entre o público e a área de cena convida a um tipo de trabalho menos ilusionista, menos dado a efeitos, porque tudo fica muito revelado”, relata.

Diferente de um curso convencional, o Núcleo TUSP de Teatro é uma iniciativa que não tem a pretensão de ensinar ao ator a prática de cena e muito menos ser um corpo teatral estável de caráter profissional, mas sim estreitar os laços com a comunidade cumprindo uma função de extensão universitária e de pertencimento do espaço público.

Neste terceiro ano de atividades, a seleção do Núcleo TUSP da capital realizou dois processos a partir da obra de Shakespeare, resultando em montagens que serão apresentadas gratuitamente em semanas alternadas, de quinta a domingo, a partir de 16 de novembro: Hamlet e Rei Lear.

Piazentin ressalta que os atores se sentiram desafiados em participar das montagens desde o início do processo de seleção.

“Desde as entrevistas, uma fala comum por parte dos atores e atrizes foi a de se sentirem estimulados em participar de um processo onde teriam a oportunidade de lidar com Shakespeare, uma vez que todos sabemos das
dificuldades de produção que uma montagem profissional desses textos impõe. Por isso o contexto do TUSP propicia adentrar nesse universo, ao mesmo tempo em que viabiliza o encontro de pessoas de formações
diferentes, sem as pressões e expectativas que um espetáculo profissional, inserido em circuito comercial, teria”, completa.

TEXTO | Elcio Silva

ILUSTRAÇÃO | Anita Prades

SINOPSES

HAMLET | Ao descobrir que o tio, agora rei, foi responsável pela morte de seu pai, Hamlet tentará dar cabo de sua vingança. A história, uma das mais importantes do teatro ocidental, é contada aqui com base no texto do Primeiro Quarto, versão mais compacta e ágil.

REI LEAR  | Após dividir o reino entre suas filhas, Lear encontra ambição, falsidade e cobiça. Desprovido de posses e poder, ele
iniciará uma trajetória em que loucura e discernimento se confundem, nesta tragédia sobre a velhice que é um dos grandes textos de William Shakespeare e do teatro ocidental.

SERVIÇO

TEATRO DA USP CELEBRA SHAKESPEARE COM APRESENTAÇÕES GRATUITAS

HAMLET

QUANDO | De 16 a 19 de novembro e de 30 de novembro a 3 de dezembro

REI LEAR

QUANDO | De 23 a 26 de novembro e de 07 a 10 de dezembro

ONDE | Teatro da USP – Rua Maria Antonia, 294, Consolação – São
Paulo

Sempre às quintas, sextas e sábados, 20h | domingos, 18h

LOTAÇÃO | 40 lugares

CLASSIFICAÇÃO | 12 anos

DURAÇÃO | 120 min. (10 min. de intervalo)

Os ingressos são distribuídos 1h antes do início da sessão

INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA

ELCIO SILVA | GUSTAVO DRULLIS | MICHEL SITNIK | TERESA ESPALLARGAS

(11) 2648 0472 | (11) 2648 0042 | (11) 2648 0497 | procin@usp.br

SOBRE A PRÓ-REITORIA DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DA USP [6]:

A Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) é o
órgão que desenvolve as políticas culturais e de extensão da
Universidade de São Paulo, funcionando como um canal aberto de diálogo
da USP com a sociedade. A PRCEU tem ampla atuação, trabalhando na gestão de programas de fomento às iniciativas acadêmicas em cultura e extensão e no apoio às ações da comunidade universitária junto à sociedade. Fazem parte dessa estrutura: Núcleo dos Direitos da USP,
Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, TUSP – Teatro da USP,
Cinusp Paulo Emílio – Cinema da USP, OSUSP – Orquestra Sinfônica da
USP, CoralUSP – Coral da USP, Centro Universitário Maria Antonia,
Estação Ciência, CienTec – Parque de Ciência e Tecnologia da USP,
Museu de Ciências, Centro de Preservação Cultural – Casa de D. Yayá
e Engenho São Jorge dos Erasmos. Promove, ainda, ações próprias no
âmbito da cultura e da extensão universitária, como os programas
_Nascente_, _USP e as Profissões_ e _Giro Cultural USP_.

 

 

2017-11-08T12:28:31+00:00