Hoje é comemorado o Batman Day

/, Comics, Cultz, DC, Evento, Notícias/Hoje é comemorado o Batman Day


O Batman Day é celebrado no mundo inteiro, para os fãs demostrarem o seu amor pelo universo do Homem-Morcego

Nos EUA, a DC Comics promove uma série de atividades especiais relativas ao “Dia do Batman“, que em 2018 será comemorado no dia 15 de setembro. No dia previsto, diversos artistas da editora irão participar de eventos em comic shops, interagindo com fãs e divulgando a data.

Entre os anunciados, estão Jim Lee, Grant Morrison, Scott Snyder, David Finch, Brian Azzarello e Dan Jurgens. Segundo o comunicado da DC, mais roteiristas e desenhistas serão informados ao longo do ano.

Também estão previstas parcerias de licenciamento com empresas como Capstone, Penguin Random House, Scholastic e DK Publishing, que lançarão desde produtos de varejo até tie-ins promocionais em diversas mídias.

Ainda será distribuído um kit com folhas de atividades e curiosidades, além de games. Para realizar o download desse material, os interessados devem se inscrever nesse link.

No ano passado, a DC comemorou o “Dia do Batman” em 23 de julho. A data foi alusiva à publicação de “Detective Comics #27” nos EUA. Em 1938, o Batman estreou no número 27 da revista de mesmo nome. Na ocasião, foram distribuídas como brindes quatro máscaras relembrando diferentes fases da carreira do herói. Devido ao sucesso da comemoração, a DC repetiu a dose esse ano, e pretende transformar a data em um evento anual regular.

O Batman é uma das figuras mais reconhecidas do mundo, representando a vontade de superação, de perfeição atingida por um ser humano.

Representa também superar seus limites, vencer seus oponentes e ser insuperável. Batman, diferente de outros super heróis, é humano, pode ser ferido e morrer. Por causa disso seu apelo é tão grande, pois é como qualquer mortal.

Independente da sua encarnação, seja nos quadrinhos, cinema, games, animações, o Homem Morcego mantém exercendo o fascínio e milhões de fãs.


Batman é um super-herói, personagem de histórias em quadrinhos publicadas pela editora norte-americana DC Comics, cuja primeira aparição foi em maio de 1939, na revista Detective Comics #27, embora haja controvérsia em relação aos desenhos de Frank Foster de 1932 . Mais tarde, juntamente com a revista Superman (também da DC Comics) e Homem-Aranha (da Marvel Comics), Batman seria um dos mais conhecidos super-heróis do mundo.

Vivendo no mundo fictício de super-heróis da editora DC Comics (conhecido como Universo DC), Batman tem como identidade secreta seu alter ego Bruce Wayne, empresário, playboy, bilionário e filantropo. Segundo os quadrinhos, o fato de testemunhar o assassinato de seus pais quando criança, teria levado o jovem Bruce Wayne a viajar pelo mundo, tentando compreender a mente criminosa. Treinou todo tipo de artes marciais e técnicas de combate (o trauma de ver seus pais mortos com tiros de revólver tornou-o averso a armas de fogo), buscando a perfeição física e intelectual.

Criou um uniforme baseado na figura que o amedrontava quando criança: morcego. Ele queria que os bandidos compartilhassem do mesmo temor. E assim, passou a lutar contra o crime. Diferentemente de outros super-heróis, Batman não tem nenhum poder sobre-humano, usando apenas o intelecto, habilidades investigatórias, tecnologia, dinheiro e um físico bem preparado em sua guerra contra o crime.

O desenhista Bob Kane é oficialmente creditado como o criador do Super-herói. Fã da cultura vampiresca, especialmente das histórias ligadas ao personagem conhecido como Drácula, Kane imaginou um herói baseado no mesmo, com roupas negras. Porém é amplamente aceito que o escritor Bill Finger foi tão decisivo na formação de pontos chaves do mito, que muitos o consideram um co-criador. Foi Finger que deu ao personagem o formato que o consagrou. Ainda concorrem com Kane e Finger, o desenhista Frank Foster II, artista ligado a indústria de publicações de Nova Iorque na Década de 1930, uma vez que ele apresentou publicamente desenhos de um personagem chamado Batman, esteticamente muito similar ao personagem em discussão. Tais desenhos, anteriores a 1939, foram considerados autênticos pela DC Comics.

 

Criado em 1939 por consequência do sucesso de Superman, Batman se tornaria um dos maiores heróis da história. Inspirações para sua criação vieram desde filmes de vampiros a obra de Da Vinci.

1. Sua primeira aparição foi na Detective Comics #27 de maio de 1939, um ano depois do surgimento do Superman.
2. Bob Kane, criador do Batman, era fascinado pela cultura vampiresca. Mas foi Bill Finger, co-criador, que definiu alguns pontos chaves do herói.
3. Kane também era fã do Zorro na infância e até mesmo um desenho de Leonardo Da Vinci chamado Ali Volanti acabou servindo de inspiração.
4. Entre as influências para a criação do herói está o filme The Bat de 1926.
5. 1916. É o ano de nascimento do jovem Bruce Wayne (lááá nos quadrinhos da década de 40).
6. Inicialmente, Bruce Wayne foi criado pelo seu tio Philip Wayne.
7. Batman, inicialmente, era um detetive, não um super herói.
9. E ao contrário da ideologia de hoje, o Batman usava armas de fogo…
10. E era conhecido como Bat-Men, o detetive.
11. O primeiro vilão do Batman apareceu na Detective COmics #29, o Dr. Morte.
12. Seu parceiro Robin aparece pela primeira vez na Detective Comics #38 em 1940.
13. Criado para dar um contraste colorido ao obscuro Batman, Robin foi o primeiro parceiro de heróis criando o termo “side kick”.
14. A primeira aparição em live action do personagem foi em um seriado de 15 capítulos lançado em 1943 pela Columbia Pictures.
15. Assim como tudo na época, o primeiro vilão do Batman nos cinemas era baseado na Segunda Guerra Mundial. O japonês Dr. Daka.

 

 

A série dos anos 60 é considerado um clássico cult. Apesar da origem do Homem Morcego ser sombria, o que sempre pesou na série foi o lado cômico, como o “Bat-Espanta Tubarões”. Em 2003 uma redublagem chamada “Batman A Feira da Fruta” explodiu na internet, porém a gravação é da década de 80.

 

16. Lewis Wilson foi o primeiro ator a vestir a capa do Batman. Ele faleceu em 2000.
17. Em 1949 o segundo seriado do Batman chega a tv, dessa vez com o título “Batman & Robin”.
18. Em 1966 o clássico cult estrelado por Adam West conquista o mundo pop.
19. Ao todo foram 120 episódios ao longo de dois anos.
20. A passagem secreta para a Bat-Caverna era ativada através de um busto de William Shakespeare.
21. A mansão usada no seriado como casa de Bruce Wayne também foi usada em locações de filmes do Alfred Hitchcock.
22. O homossexualismo ligado ao Batman e Robin começou após a publicação do livro “Sedução dos Inocentes” do psiquiatra Fredric Wertham.
23. Na série dos anos 60, a genitália do ator que interpretava Robin virou polêmica. Na tentativa de “baixar” o volume era usado gelo antes das gravações.
24. Dick Grayson, Jason Todd, Tim Drake, Stephanie Brown, Carrie Kelley e Damian Wayne. Os Robins.
25. Depois de algumas polêmicas, a DC resolveu deixar nas mãos dos fãs: o Robin deveria morrer em uma explosão do Coringa? Os fãs responderam sim…
26. Alfred, no início era apenas um inglês que queria ser detetive, e carregava o nome de Alfred Beagle. Só depois se tornou Alfred Pennyworth, o mordomo do Batman.
27. O ator que interpretou Luke Skywalker em Star Wars, é responsável pela voz do Coringa na serie animada de Batman.
28. Asilo Arkham é inspirado no Hospital Estadual de Danvers, situado em Danvers, Massachusetts.
29. Ao todo 8 atores usaram a capa do Batman em adaptações para o cinema e tv.
30. Em 1985 o Batman chega a outra mídia: os games.

 

 

Lançado em 2009, Batman: Arkham Asylum foi aclamado pela crítica e sucesso de vendas. Junto aos filmes de Nolan, o Homem Morcego está mais vivo do que nunca. O game ganhou duas continuações: Batman Arkham City e Batman Arkham Origins, esse último feito por outra produtora. Em 2014 um novo game encerra a trilogia, Batman Arkham Knight.

 

31. Lançado para Sega Mega Drive, “Batman” foi produzido pela Sunsoft.
32. Ao todo foram lançados 23 jogos baseados no Homem Morcedo.
33. Seu próximo jogo encerra a trilogia Arkham: Batman: Arkham Knight.
34. Em 1989 pelas mãos do diretor Tim Burton, “Batman” chega aos cinemas e conquista de vez o mundo.
35. Adam West desejou o papel de Batman para o filme.
36. Michael Keaton teve a benção do criador do personagem, Bob Kane.
37. Batman de Tim Burton arrecadou mais de 400 milhões de dólares.
38. Esse número foi superado apenas em 2008 com “The Dark Knight” de Nolan.
39. Nolan, aliás, é o único diretor a dirigir 3 filmes do Homem Morcedo.
40. Devido a uma cláusula de porcentagem de lucros, Jack Nicholson lucrou 60 milhões de dólares pelo seu papel de Coringa. O maior cachê do cinema que só foi superado em 2003.
41. Nolan foi o único a dirigir o Batman 3 vezes e Christian Bale é o único a viver o Batman 3 vezes no cinema.
42. Você acha que a escolha de Ben Affleck gerou polêmica? A de Michael Keaton resultou em mais de 50 mil cartas de protesto.
43. Esse filme de 1989 foi quem ditou a maneira como o Batman seria visto nas próximas adaptações: tom sombrio, uniforme negro e uso de “armadura”.
44. O maior inimigo do Batman, Coringa, surgiu em 1940 em Batman #1.
45. Foi criado pelos mesmos criadores do Batman: Bill Finger e Bob Kane.

 

 

Quando o Batman comemorava seus 50 anos, o jovem diretor Tim Burton é o responsável por uma das obras máximas do herói. Seu filme de 1989 arrecadou mais de 400 milhões de dólares e só seria superado quase 20 anos depois por Batman – The Dark Knight.

 

46. Entre seus crimes mais famosos, estão a morte do Robin Jason Todd, da esposa do Comissário Gordon e por deixar sua filha, Bárbara Gordon, paralítica.
47. A aparência do Coringa foi inspirada no ator Conrad Veidt no filme “The Man Who Laughs” (1928).
48. Seu nome real nunca foi revelado. Sua origem foi contata algumas vezes, a mais aceita é de “A Piada Mortal” de Alan Moore onde após um assalto mal sucedido em uma fábrica química.
49. Coringa começou a vida do crime como ladrão de joalherias.
50. “Batman” de 1989 foi lançado no aniversário de 50 anos do herói.
51. Comissário Gordon deu as caras logo na primeira aparição do Batman, mas apenas em Batman #7 é que ele foi pedir a ajuda do Homem Morcego.
52. Batman – O Cavaleiro das Trevas de Frank Miller é considerada a melhor história já publicada do personagem.
53. Ao lado de outras obras como Watchmen, de Alan Moore, é responsável por deixar mais adultas as histórias em quadrinhos nos anos 80.
54. Porém, na época do seu lançamento, o The New York Times declarou que a história era “difícil de acompanhar” e os traços eram “grotescos”.
55. É dessa HQ que o próximo filme da DC nos cinemas irá se basear (um pouco): Batman Vs Superman.
56. Nos anos 60, um advogado ricaço de Sunnyvale queria rebatizar a cidade como Mansão Wayne.
57. Cruel? Que nada… no início de carreira, Batman chegou a matar alguns bandidos enforcados em seu Bat-Avião.
58. O Batsinal apareceu somente em 1942 na Detective Comics #60
59. O Batsinal também é influência direta do filme The Bat. Ele também usava um sinal de morcego antes de chegar dando porrada.
60. Em Batman – Cavaleiro das Trevas Ressurge de 2012 o Batman aparece a luz do dia. Isso não acontecia desde a série dos anos 60.

 

 

Em 2005 é a vez de Christopher Nolan dar sua visão ao herói. Bem recepcionado pela crítica, Batman Begins arrecada 374 milhões de dólares. Três anos depois Batman – O Cavaleiro das Trevas surpreende o mundo, arrecada 1 bilhão de dólares e leva pra casa 2 Oscars. Heath Ledger é imortalizado no papel de Coringa. Sua morte pouco antes da estréia do filme abalou os fãs. Em 2012 a o último filme da trilogia, Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge supera seu antecessor em arrecadações com 1,08 bilhões de dólares. Ao todo, a trilogia de Nolan arrecadou quase 2,5 bilhões.

 

61. Esse filme é o mais lucrativo da história do Batman e a 10ª maio bilheteria da hitória do cinema com mais de 1 bilhão arrecadados.
62. A trilogia de Nolan arrecadou quase 2,5 bilhões de dólares.
63. Batman nos cinemas levou 3 Oscars. Batman de 1989 levou de “Melhor direção de arte” e “Batman – O Cavalero das Trevas” de 2008 levou de Melhor Ator Coadjuvante (um prêmio póstumo para Heath Ledger) e Melhor Edição de Som.
64. Mesmo sendo considerado um filme ruim sobre o herói, Batman Eternamente de 1995 com Val Kilmer ainda recebeu 3 indicações ao Oscar.
65. Batman & Robin de 1997 é considerado por muitos fãs o pior longa do Homem Morcego. O filme recebeu 10 indicações ao Flambuesa de Ouro.
66. Bárbara Gordon se tornou a Batgirl nos quadrinhos por pressão do seriado de tv, que queria uma personagem feminina na série.
67. A primeira BatGirl foi Betty Kane e apareceu pela primeira vez em 1961. Ela era apaixonada pelo Robin.
68. Porém a primeira versão feminina do Batman foi a Batwoman, criada em 1956. Seu nome, Kathy Kane, é uma homenagem ao criador do Homem Morcego, Bob Kane.
69. Joel Schumacher, diretor dos filmes Batman Eternamente e Batman & Robin quase dirigiu Batman Begins. Por sorte, o filme acabou nas mãos de Nolan.
70. Porém antes do filme ir parar nas mãos de Nolan, outros diretores foram cotados. Um deles foi Darren Aronofsky (diretor de Noé), que chegou a escrever um roteiro com Frank Miller.
71. Henry Cavill, o Superman de “Man Of Steel” foi cotado para o papel de Batman.
72. Batman já jogou bolas de tênis na cara de Adolf Hitler durante a Segunda Guerra Mundial (World’s Finest #9)
73. Antes de ser toda sexy (sdds Michelle Pfeiffer) a Mulher Gato original usava uma máscara cheia de pelôs, o mais próximo que o personagem já chegou de ser um gato realmente.
74. Batman Vs Superman está sendo gravado simultânemanete com o filme da Liga da Justiça, informação confirmada pelo SEO da Warner.
75. Aos 75 anos, Batman é sem dúvidas um dos maiores heróis da cultura pop e um grande ícone em todas as mídias. Em 2014, ano do seu aniversário, ele está mais vivo do que nunca com o longa em animação “Filho do Batman”, a série “Gotham” e o game Arkham Knight para a nova geração de consoles.

 

A história do Morcego:

Através dos anos, a origem do homem morcego sofreu diversas revisões. Uniformes, parceiros e até a própria personalidade do Batman passou por mudanças. Outros aspectos, como a morte de seus pais e a sua busca por justiça, permaneceram.

Constante em todas as versões do Batman é o seu alter-ego: Bruce Wayne. Milionário, ou bilionário (dependendo da época), playboy, empresário e filantropo que optou por combater o crime em Gotham City após o assassinato de seus pais, o médico Thomas Wayne e sua esposa Martha Wayne.

 

Evolução dos uniformes:

O Batman é um dos maiores e mais heroicos personagens da história dos quadrinhos, mas também é um dos mais trágicos. Um passeio em família ao cinema terminou em tragédia para o jovem Bruce Wayne.

Caminhando de volta para casa, Bruce, seu pai, Thomas, e sua mãe, Marta, acidentalmente acabaram no notório “Beco do Crime” de Gotham City, e foram abordados por um assaltante. Não contente apenas em roubar a família rica, o bandido, chamado Joe Chill, baleou o Dr. Thomas e Martha Wayne antes de fugir para a escuridão, deixando-os mortos. Enquanto se ajoelhou ao lado dos corpos de seus pais, Bruce jurou vingá-los.

Depois que a polícia chegou, Bruce foi consolado pela Drª. Leslie Thompkins, que juntamente com o mordomo Alfred Pennyworth, ajudou a organizar as coisas para o Serviço Social de Gotham não levasse Bruce aos cuidados da cidade. Assim, tanto a Drª. Thompkins quanto Alfred iniciaram o processo para o jovem Bruce realizar seu sonho de se tornar um cruzado contra o crime.

Bruce embarcou em uma viagem que o levou para todos os continentes, procurando aprender todas as habilidades de que precisaria para manter sua promessa. Com o tempo, Bruce forjou-se em uma arma viva para travar a guerra contra o crime e a injustiça. Ele aspirou ao auge da perfeição humana em dezenas de áreas, artes marciais, habilidades acrobáticas, força, e arte de fuga.

Intelectualmente, ele é tão ímpar, que se tornou um inventor, tático habilidoso, bem como um mestre do disfarce. Ele é hoje considerado como um dos maiores detetives do Universo DC. Em vez de simplesmente tirar de combate os seus adversários, ele muitas vezes usa astúcia e planejamento para despista-los. Sem dúvida um homem com enorme variedade e profundidade de seus conhecimentos e habilidades.

Em sua identidade como Bruce Wayne, ele é um dos empresários mais importantes do mundo, tornando as Indústrias Wayne uma das mais ricas empresas do mundo. Como Batman, se tornou uma lenda urbana, um conto de advertência que causou arrepios através do submundo da cidade. Ele também encontrou um amigo no comissário James Gordon, um homem honrado que aprecia os resultados de sua luta contra o crime. A galeria de vilões do Batman cresceu para se tornar o maior elenco de criminosos bizarros em todo o universo dos quadrinhos, com personagens como o Pinguim, Catwoman, Bane Duas-Caras, Cara de Barro, Hera Venenosa, o Charada, Killer Croc, Mr. Freeze, o Espantalho, Ra’s Al Ghul, o Dr Hugo Strange e o maior inimigo de todos – o Coringa.

Batman é o solitário, um melancólico típico, podendo parecer frio e distante em relação aos outros que desejam chegar mais perto. Prefere ficar sozinho, porque se ele se importa com alguém, ele sabe que poderia eventualmente perder esta pessoa em consequência de um ataque de seus inimigos. Ainda assim, esse lado frio e, por vezes, arrogante, orgulhoso e obsessivo, como a maioria das pessoas que não conheço pessoalmente dirão. E, apesar de sua escuridão e brutalidade, ele tem um código moral que ele não abre mão, dedicar sua vida ao combate ao crime e nunca usar uma arma de fogo.

Com suas habilidades tremendas, Batman é sem dúvida o maior super-herói e um dos mais perigosos da Terra (assim como nos quadrinhos). E isso é ainda mais surpreendente pelo fato de que ele é apenas um humano entre uma série de super seres que têm poder suficiente para rivalizar com os deuses. El e tem a reputação de ser o maior lutador do universo DC, e isto o levou a algumas das batalhas mais emblemáticas e lendárias na história dos heróis. Este fato, aliada à sua incrível habilidade de se recuperar das poucas derrotas que sofreu, inspiraram as “Cinco maiores batalhas de Batman”…

5.) JUSTICE LEAGUE #5 (1987)
 

 

 

Escritores: Keith Giffen and J.M. DeMatteis  Arte: Kevin Maguire

Esta luta não era uma das pancadarias coletivas da equipe da Liga da Justiça, mas agradou os fãs de Batman pela sua ousadia, pela forma inesperada e pela comicidade. Desde a formação desta equipe da Liga da Justiça, Guy Gardner irritou seus colegas com suas opiniões toscas e sua provocação, mas por usar o anel dos Lanternas Verdes, nunca foi “questionado devidamente” pela sua arrogância truculência. Mas uma discussão com Batman sobre quem deveria ser o líder da equipe estava começando a ficar fora de controle. Na sede da JL, Guy Gardner e Batman estavam em outra discussão acalorada (que o Cavaleiro das Trevas parece estar se divertindo de forma sutil). Finalmentesem argumentos contra o Batman, Guy tira o anel de Lanterna Verde e parte para cima do Homem Morcego, que desfere um soco na cara de Guy levando-o ao nocaute, para deleite de toda a equipe – e com apenas um soco, como não parava de salientar o Flash. Não importa o quão duro, ou poderoso você possa ser, você não mexe com o Batman.

 
4.) JLA #37 e 38 (2000)
 

 

 

 


Escritor: Grant Morrison  Arte: Howard Porter e John Dell
Prometeu não possui habilidades sobre-humanas, mas passou por treinamento físico e mental intenso e utiliza uma ampla gama de equipamentos e tecnologia. Suas ferramentas comuns incluem armadura; manoplas com projéteis de fogo, uma tonfa com vários recursos tecnológicos e um capacete que, além de emitir uma iluminação estroboscópica capaz de desorientação e hipnotismo, pode, através de um disco compacto, fazer o download do conhecimento e habilidades físicas dos outros diretamente em seu cérebro.
Ele é um adversário perfeito para o Batman, mas ninguém sabia o quão perfeito. Quando ambos os combatentes se enfrentaram pela primeira vez foi em JLA # 16, Batman foi tomado de surpresa pelo arsenal do vilão e completamente humilhado por ele em e combate, para espanto de todos. E, embora a equipe de JLA eventualmente derrotasse Prometeu, Batman nunca teve sua vingança. Leitores de quadrinhos estavam loucos, e exigiram uma revanche. Agora na Lua, onde a luta JLA foi para um encontro de super vilões, Batman se depara com Prometeu e quer revanche. Prometeu começa levando a melhor sobre Batman de novo, no entanto, o Cavaleiro das Trevas se planejou para isso, ele sabotou o capacete de Prometeu, antes da luta. Ao apertar de um botão, os programas que concediam ao vilão habilidades de um artista marcial e ginasta, são substituídos pelas habilidades físicas de um com deficiências físicas, Prometeu é um alvo fácil e nocauteado. Mais uma vitória incrível para o Batman e estabeleceu o que todos já sabiam, com algum tempo e preparação, ele é imbatível. Depois de testemunhar a sabotagem do capacete de Prometeu, a Caçadora luta diz a Batman: “Eu te vi traindo?” ele responde “Para vencer”. Sim, ele estava ganhando de fato.
3.) O Cavaleiro das Trevas #2 (1986)
 

 

 


Escritor: Frank Miller  Arte: Frank Miller e Klaus Janson
 

“The Dark Knight Returns” é facilmente uma das maiores histórias de Batman e mais influentes de todos os tempos. Ela realmente definiu o herói na idade moderna e o trouxe de volta como o vingador das trevas que ele sempre foi destinado a ser. A história em si é profunda, corajosa, escura e levou as histórias em quadrinhos a um nível totalmente novo (apenas Watchmen de Alan Moore “pode ser considerada igual). Com um Batman mais velho que sai do exílio para restaurar a ordem em Gotham, ele se encontra em combate com uma gangue Mutante e seu líder, que quer tomar Gotham para si. Seguindo suas pistas, o Batman consegue rastrear o covil Mutante e derrotá-los com o seu novo Batmóvel (que é como um super tanque blindado, com canhões e grandes  metralhadoras que, segundo ele, dispara apenas balas de borracha).

Quando Batman encontra pela primeira vez o líder mutante, ele poderia facilmente matá-lo com o seu Batmóvel, mas como as provocações do Mutante sobre o Batman estar mais velho e não ter coragem de enfrentá-lo em combate enfurecendo o herói, levando o Batman a uma luta corpo-a-corpo brutal, onde é derrotado e quase morto pelo Líder Mutante. Felizmente, Carrie, em seu traje novo Robin, tem acompanhado o Cavaleiro das Trevas, e consegue salvá-lo.

Batman retorna para a Batcaverna onde Alfred cura suas feridas (e discute com ele sobre o perigo para a Carrie), enquanto isso, o Líder Mutante é levado em custódia pela polícia, e mesmo preso consegue rasgar a garganta do prefeito. Gordon e Batman conspiram para derrotar os mutantes psicologicamente com uma nova luta entre Batman e com o líder na frente de toda a gangue Mutante. Usando sua maior experiência e seu ambiente, Batman derrota o Líder Mutante na revanche em frente de seus seguidores. Embora muitos dos Mutantes fossem presos, outros se aliam ao Batman em sua luta, intitulando-se “Filhos de Batman.” Essas lutas são facilmente algumas das lutas mais cruéis e brutais das histórias em quadrinhos, trazendo a indústria para a Era Moderna dos Quadrinhos.

2.) BATMAN #1 (1940)
 

 

 

 

Texto: Bill Finger  Arte: Bob Kane e Jerry Robinson

Não pode haver dúvidas de que o Coringa é o maior vilão de todos os quadrinhos e é por isto é o adversário mais perigoso de Batman. O Príncipe Palhaço do Crime enfrenta o Cavaleiro das Trevas em uma batalha sem fim entre a ordem e o caos. Suas batalhas têm sido algumas das histórias mais épicas e lendárias da história dos quadrinhos e que influenciaram artistas e fãs por gerações. Apesar do número de vezes em que se enfrentaram, foi em Batman # 1 que se definiu o tom para o que estava por vir e continuava chegando, porque não importa como pudesse ser espancado ou humilhado,  o Coringa sempre voltava para dar a Batman mais trabalho, testando sua inteligência e sanidade melhor do que ninguém jamais poderia. Essa rivalidade começou aqui nestas duas histórias .

Este vilão misterioso nomeado como Coringa anuncia no rádio que  vai matar Henry Claridge e roubar o diamante Claridge à meia-noite. A polícia protege Claridge mas ele ainda morre à meia-noite com um sorriso no rosto. A polícia, então, descobre que o diamante foi roubado e substituído por um de vidro. Mais tarde, o Coringa anuncia que vai matar Jay Wilde e roubar o rubi Ronkers. O Coringa consegue novamente mostrando que ele é muito mais perigoso do que se esperava.

Agora, um mafioso chamado Nelson Brute  está enfurecido porque o Coringa fez esses roubos que ele planejava, e manda dizer que ele acha que o Coringa é um covarde. Bruce Wayne e Dick Grayson ouvem sobre isso e suspeitam que é uma armadilha para Bruce. Batman vai até a casa do mafioso. O Coringa já está lá e como ele mata Nelson, é confrontado pelo Batman, que é jogado pelo de uma ponte. Felizmente, Batman sobrevive, mas percebe que o Coringa é muito mais perigoso do que ele jamais suspeitou. O palhaço foca sua fúria assassina, anunciando que ele vai matar juiz Drake.

O Coringa faz passar por um chefe de polícia e depois mata o juiz e sequestra Robin, mas o Batman logo o salva. O Coringa consegue escapar e Robin, diz que o Coringa está indo atrás do colar de Cleópatra. Eles se encontram novamente e Batman derrotar o Coringa, que afirma que eles vão encontrar novamente.

1.) O Cavaleiro das Trevas#4 (1986)
 

 

 

 
Texto: Frank Miller  Arte: Frank Miller e Klaus Janson

Nunca antes na história dos quadrinhos Batman tinha já entrou em choque com o Superman. Eles são os dois maiores ícones da DC Comics, e apesar de terem estilos diferentes para combater o crime, eles eram amigos com respeito mútuo um pelo outro. “The Dark Knight Returns” quebrou todas as regras da indústria de quadrinhos  em 1986, em muitas maneiras. O seu impacto é tão lendário que foi considerada uma das maiores histórias de todos os tempos na ficção popular. Deu aos fãs o que eles nunca poderia esperar … “Batman vs Superman” no que poderia muito bem ser, possivelmente, a maior luta na história dos quadrinhos .

Embora perto da morte devido à ferimentos infligidos durante sua luta com o Coringa e contra a polícia, Batman consegue restaurar a lei de Gotham. Ele e a Robin reunem uma força de seguidores mutantes chamados Filhos do Batman e os treina em métodos não letais, como forma de impedir saques e assegurar o fluxo de suprimentos necessários. Gotham, ironicamente, logo se torna a cidade mais segura e melhor alimentada nos Estados Unidos. Vendo isso como uma vergonha, em vez de uma bênção, o governo dos EUA envia Superman para derrotar o Cavaleiro das Trevas. Avisado de seus planos por Oliver Queen, o ex Arqueiro Verde, agora é um amargo revolucionário, Batman se prepara para seu confronto final. Armado com um exoesqueleto artificial e por kryptonita sintética, Batman enfrenta Superman em no Beco do Crime, onde os pais de Wayne foram assassinados décadas antes.

Batman pretende usar a kryptonita para enfraquecer o Homem de Aço, apenas para, aparentemente, morrer de um ataque cardíaco. Precisamente no momento em que Alfred supervisiona a destruição da Batcaverna e da mansão Wayne, para sofrer um derrame fatal logo em seguida (seu último pensamento quando ele percebe que está morrendo é “quão bom”). A notícia de que Bruce Wayne era o Batman se espalha por todo o mundo, no entanto, os as ações da Wayne Enterprises e os fundos foram vendidos e liquidados por seus “herdeiros” e membros da diretoria, Mansão Wayne e Batcaverna destruídas, assim como todos os indícios de seus métodos e ferramentas dizimados . Em um funeral com a presença de Gordon, Kyle, Yindel, Carrie e outros, Superman (como Clark Kent) é claramente devastado pela tristeza e culpa.

Quando ele se vira para sair, ele ouve uma pulsação fraca vinda do caixão enterrado. Depois olhando para Carrie por alguns momentos de silêncio, Kent lhe dá uma piscadela e sai. Wayne falsificou a sua morte com seu conhecimento de química; Carrie cava para tirar seu corpo vivo, logo que possível. Bruce Wayne, finalmente olhando para a frente a sua vida, leva Robin, Arqueiro Verde, e seu exército para cavernas inexploradas além da Batcaverna, preparando-se para continuar a sua luta por justiça de uma forma mais discreta, mas igualmente importante.

 
 
Conorda com estas sendo as maiores batalhas do Batman?  Discorda? Diga para gente sua opinião….
 Texto original : John “THE MEGO STRETCH HULK” Cimino
 Tradução e adaptação: Vasco Guimarães Franco
2018-09-15T06:33:39+00:00